.20 de fev de 2015

Contos de Além da Muralha - Joanice Oliveira

 






Furtivamente a lágrima saiu.
Estranhamente meu amor partiu.
Repentinamente meu medo surgiu.

A glória momentânia,sumiu.
A dor eclodiu.

Desesperadamente a paz se foi.
Lá vem a Morte dar seu breve Oi.

Ligeramente a vida se desfez.
E foi se embora de uma vez.

O inverno vem chegando além da muralha.
E o Verão evaporando numa fornalha.

A tormenta é Viver.
Sem saber do por que existir.

Vão-se os homens e ficam as perguntas.
A solução e dúvidas juntas.

E a vida segue seu lema.
Escolhe um novo tema.

E viver é pegar um trem.
Escolher ser Alguém
E deixar de ser Ninguém.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Poesia que encanta a vida - 2016 | Todos os direitos reservados. | Tecnologia do Blogger