.22 de fev de 2015

Reflexão - Joanice Oliveira







Os relacionamentos hoje ficaram tão superficiais.

Parece que as pessoas entram num supermercado, vão até o que lhes interessam e levam. Leem somente o rótulo e dão uma olhada na marca.

Ah, a Marca é importante. Produtos bons são os de Marcas Famosas.

Ter alguém é status quo... nada além disso em muitos namoros e casamentos.

Escolhe-se o mais bonito... o símbolo maior da aceitação social.
Não que beleza e Inteligência não possam ser encontradas na mesma pessoa. Longe disso, elas normalmente são parceiras em suas aparições.

Só que muitas vezes umas delas é mais bem usada que a outra. Observei isso na série Game of Thrones... a personagem Sansa Stark é linda demais...ruiva, alta e bela. Sempre foi bela... foi instruída nas letras, mas pouco se apoderou da essência do conhecimento. Tudo isso devido sua beleza que sempre “abriu portas” rapidamente. Pouco precisou usar suas faculdades mentais para alcançar seus objetivos.

Nada diferente da atualidade, onde celebridades e pessoas das mais diversas profissões também levam em conto. Ninguém rejeita um rostinho lindo ... nem um rosto angelical.

Tudo isso influencia nos relacionamentos... as pessoas querem Lindas embalagens... pouco se interessam com o conteúdo e a qualidade. Fazem “vista grossa” para o essencial. Isso tudo para serem aceitas.

Desfiguram-se diante as outras para conseguirem migalhas ... vendem-se sem escrúpulos somente para serem adoradas e “amadas”.

Querem ser assunto nas rodas sociais... serem odiadas pelas pessoas menos sortudas... querem humilhar os demais.
Premiam-se com o sucesso instantâneo... querem rapidez em suas conquistas, sem pormenores...sem a necessidade de aprofundamentos.

Caem na cilada do senso comum... são jogadas à mercê da inferioridade... aceitam qualquer barganha por sua felicidade social.
Vendem-se como produtos em promoção... são efêmeras... pouco alimentam suas reais necessidades. Nada dizem contra sua comercialização.

Carregam a superficialidade para seus namoros e casamentos... criam desejos inumanos... sustentam máscaras na sociedade, mas são infelizes em seus lares.

Não suportam discussões, problemas e dificuldades. Foram enganadas... compraram o “Felizes para sempre” e esqueceram que depois de cerimônias gloriosas de casamentos, há relacionamentos que necessitam de cuidados diários.

As relações humanas são delicadas, mas não difíceis... nada de monstro de sete cabeças. Tudo requer paciência, diálogo e cumplicidade.

Nada de jogo de culpa, superficialidade, narcismo e tantas outras coisas criadas pelo Romantismo Medieval e a sociedade capitalista.
O amor poderia ser taxado de Socialista, já que dificilmente é ligado à alguma característica da sociedade capitalista. Tende a ser renunciante e exige aprofundamento e tempo grande para sua manutenção.

O Amor é a contra-mão do sistema atual. Com ele Amo fast food não tem chance. Tudo tem tempo certo para acontecer.

E você? Tem sido superficial em seus relacionamentos ou tem primado pela qualidade em seus relacionamentos.

Reflita e Mude.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Poesia que encanta a vida - 2016 | Todos os direitos reservados. | Tecnologia do Blogger