.16 de abr de 2015

Sherlock Holmes - A série



Sinopse:

Sherlock leva as histórias do famoso detetive da Era Vitoriana, Sherlock Holmes, à Londres do século XXI. O Dr. John Watson é atingido por uma bala enquanto serve como médico no exército britânico na Guerra do Afeganistão e é forçado a regressar a Londres. Como consequência, Watson desenvolve um coxeio psicossomático que o obriga a deslocar-se com uma bengala e uma depressão, além disso encontra-se desempregado e não tem meios para pagar aluguel de um imóvel em Londres. Enquanto passeia no parque um dia, Watson encontra um velho amigo que diz conhecer um homem que procura alguém com quem dividir um apartamento no centro de Londres. Esse homem é Sherlock Holmes, um detetive consultor a quem a Scotland Yard recorre nos casos mais complicados para os quais não consegue encontrar solução. Sherlock Holmes é visto como um excêntrico por todos os que o conhecem uma vez que consegue descobrir todos os aspectos das vidas das pessoas apenas por as observar e fazer deduções, além disso poucos toleram a sua personalidade. Watson acaba por se mudar para o apartamento de Sherlock Holmes e, ao longo da série, os dois trabalham juntos na resolução de homicídios e enfrentam o antagonista intelectual máximo de Holmes, Jim Moriarty.




 Essa série eu conheci no começo de janeiro...isso mesmo...como uma pessoa que ama Sherlock Holmes ainda não conhecia a série baseada nos livros de Sir Athur Conan Doyle. Sabe o que é isso? Vida acadêmica mega agitada. Meu vício é SUPERNATURAL e isso não vai mudar tão cedo, todavia quando assisti ao primeiro capítulo de Sherlock, eu amei...principalmente o ator que faz o detetive mais conhecido de Baker Street...Benedict Cumberbatch é um ator sensacional...o conheci quando assisti o filme O jogo da imitação. Ele tem aquele olhar inquisidor e penetrante que capta total atenção de quem assiste a série.

Martin Freeman que interpretar o fiel amigo de Sherlock - Dr.Watson - é excelente. Ele e Benedict parecem ter uma química perfeita em cena. O bom da série é o aprofundamento dos personagens. Eles são mais reais. Nos livros muitos personagens são superficiais e passam despercebidos pelos leitores. Dr. John Watson agora é um homem com limitações visíveis, pesadelos pós-guerra, forte e mais realista que seu companheiro. Sherlock se autointitulada "um sociopata funcional". Tudo isso é marca da nossa sociedade atual.

As deduções de Sherlock são mais surpreendentes...ele parece mais um computador do que um humano, mas antissocial do que nas palavras de seu criador. É mais excêntrico do que antes. É a figura verdadeira do estrelismo do século XXI. É exibido em seus trabalhos, mas sabe ser humilde diante seu amigo Watson. Nessa drama, ele parece mais perto da fragilidade humana do que nos livros.

Ele precisa de mais silêncio do que antes - eu adoro isso, porque parece comigo - tem seus momentos de loucuras, onde manda todo mundo calar a boca  e entra em seu "palácio mental" e chega as suas conclusões.

Tudo na série é perfeitamente moderno e feito sob medida para os fãs do detetive mais amado do mundo.


Curiosidades: A Tv Cultura irá transmitir as três temporadas em seu canal ainda esse ano, mas sem previsão de início de transmissão, entretanto vão se programando para um cine em casa.

A estreia da quarta temporada está prevista para dezembro de 2015...vamos torcer para que seja mesmo nessa data.



Beijos!!!



Um comentário:

  1. Somos duas apaixonadas pelo detetive mais famoso do mundo,Sherlock Holmes!
    Amei o seu blog e lindo layout!
    Juntos,parceria e minha maninha do Coração!

    booksmagiclove.blogspot.com.br

    Beijos!

    ResponderExcluir

© Poesia que encanta a vida - 2016 | Todos os direitos reservados. | Tecnologia do Blogger