.11 de mai de 2015

Lição n°31: " Nunca permita que as pessoas lhe diminuam."

 " Nunca permita que  as pessoas lhe diminuam."

Numa sociedade sofremos pressões de todos os lados. É como diz Peeta - de Jogos Vorazes - que os criadores do jogo social esperam que sejamos peças em seu jogo cruel e desigual, onde seremos subalternos e diariamente seremos lembrados de nossa insignificância e limitação do prestígio social pessoal.

Nesse jogo diário as pessoas permitem serem usadas e abusadas pelos "Poderosos". Tem medo do confronto direto. Se omitem. Escondem-se como ratos fugindo dos gatos. Escondem-se na escuridão da inferioridade. Deixam de ser quem são para aceitarem uma identidade falsa. Tornam-se Capachos. Constantemente massacrados e humilhados. Perdidos num jogo na qual não sabe nada e se sabe preferem serem marionetes nas mãos dos "experientes".


Ninguém deve se eximir de ser quem é só para ter Status Quo no meio social. Aprendi algo muito interessante com Nietzsche...ele diz que o custo de Ser Autêntico é a Rejeição da Maioria. E se analisamos minuciosamente perceberemos que isso é verdade. Quantas pessoas foram taxadas de Loucas só porque eram diferentes dos esteriótipos ditados pela Maioria? Quantos cantores, poeta, atores, cientistas, filósofos e afins foram crucificados durante toda sua vida, simplesmente, porque eram AUTÊNTICOS?


Eu aprendi a ser quem sou. Não bato em retirada diante uma discussão só porque não sou do mesmo nível social de quem está falando. Tenho conhecimentos que me dão respaldo para um diálogo saudável e enriquecedor para ambas as partes. Não me sinto inferior a NINGUÉM. Se quero algo me preparo e conquisto o que almejo, sem escutar as más línguas ou que querem controlar o desenvolvimento humanos...sabe, "Os Experientes".



Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Poesia que encanta a vida - 2016 | Todos os direitos reservados. | Tecnologia do Blogger