.5 de jun de 2015

Olimpo - Joanice Oliveira


A deusa está sem adoradores.
O amor perdeu seus louvores.

Afrodite pede ajuda a Zeus.
Ele diz que não é mais deus.

O Amor disse adeus.
Pediu liberdade aos céus.

Apolo não tem mais inspiração.
Lá se foi a poesia.
Silenciou-se a maresia.

As águas encontraram outros deuses e esqueceram Poseidon.
Ele perdeu seu dom.

Os deuses caíram.
As falsidades surgiram.

O mundo se perdeu.
A vaidade chegou.

Falsos templos profanam a espiritualidade.
Abominam a sinceridade.

Salve a Grécia Antiga,
Onde existia deuses de verdade.

O que sobrou não é realidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Poesia que encanta a vida - 2016 | Todos os direitos reservados. | Tecnologia do Blogger