.26 de jul de 2015

[Comentários] 5°Temporada de The Walking Dead


Depois de um mês terminei as cinco temporadas da famosa série da AMC The Walking Dead. E que série. É drama, suspense e terror tudo junto e misturado quase que como uma bomba pronta para explodir no momento que o telespectador pensa que está "bem" e estável.

A 5° temporada começa com a mudança de diversos personagens e um deles é Carol. Nas temporadas anteriores ela era apenas uma mulher visivelmente frágil e instável emocionalmente após a perda de sua filha Sophia na segunda temporada e que viver atrás da proteção de Daryl. Esse que ama muito Carol e que esperamos que o romance começo logo. Dar leveza à série.


Nessa temporada as coisas mudam. Após a perda seu refúgio na prisão, Rick segue com Michonne e Carl para Terminus, onde estão seus amigos presos por pessoas que se tornaram canibais para sobreviver a falta de alimento em sua região. É uma das partes mais difíceis de se ouvir e ver. Imaginar em seres humanos comendo outros é algo repugnante e inexplicável e a forma como eles atraem suas "presas" é pior ainda. A parte que dar nojo é o grupo canibal tentando justificar sua prática alimentar para os prisioneiros.


A família de Rick - que são todos que vivem com ele - conseguem fugir desse lugar dos horrores com ajuda de Carol. Agora ela é forte e sabe manipular todos com suas interpretações e falas bem pontuadas. Ela está com Tyresse e Judith. É um alívio ver a pequena bem e viva. Rick sente um refrigério na alma e volta a sua estabilidade mental, liderando todos até encontrarem o Padre Gabriel, que se revela como um traidor e pecador sem precedências. Ele deixou todo o seu "rebanho" morrer para que permanecesse vivo e continuará com sua farsa de bom homem quando a equipe encontrar uma comunidade no capítulo 9 da temporada.

Temos muitas perdas nessa temporada. Algumas podem ser spoilers, mas não revelam em nada o final da temporada. Uma das quais mais me chocaram, foi a morte de Beth. Ela foi salva pelos policiais que estão no Memorial Hospital de Atlanta e após sua recuperação é forçada a ficar para pagar sua "dívida" de vida. Ela é ajudada por Noah - interpretado por Tyler James, o Chris de Todo mundo odeia o Chris - a suportar tudo e planejam fugir. Noah foge, mas Beth não.

Ela é resgatada pela equipe, mas na hora da troca dos policiais capturados por Rick e companhia, a sargenta pede Noah em troca e Beth tenta matá-la e acaba pegando um tiro na cabeça. Fiquei chocada com a cena. Não esperava. Por que ela morrera? Ela se tornou tão forte quando Megan e Carol. Isso recai mais no esteriótipo da personagem. Aparenta ser frágil, mas não é. Aguentou a morte de todos que amava, cuidou de Judith e planejou sua fuga. É tão forte quando a Mãe dos Dragões em GOT. Forte como Michonne, mas quem faz a série são os produtores...então é melhor ficar na minha.


Temos outras três perdas que abalam muito a equipe e principalmente, Glenn, Sasha e Megan. São perdas que destroem alguns laços de confiança entre eles e a entrada na comunidade governada por uma ex-congressista da capital americana gera discussões e desentendimentos entre eles suas crenças e morais.

Alguns personagens ganharam meu ódio como Michonne que tenta controlar absurdamente Rick em tudo que ele fala e faz. Parece que ela não entende ele perdeu a esposa e se tornou líder de todos a partir do momento que conseguiu uni-los e colocar a Humanidade em primeiro lugar. Não há segurança nesse apocalipse. Vivos e mortos são perigosos e os seres humanos vivos são os mais temidos. São capazes de matar sem pensar no outro. É questão de SOBREVIVÊNCIA, honey.


Personagens como o padre Gabriel e Sasha mereceriam morrer nessa temporada com tanta chatice e drama. Não é que não tenho sentimentos, mas está vivo já é uma graça divina. Mataram? Sigam em frente. O certo e o errado sempre se me misturam na vida. Pessoas morreram? Como diz uma garotinha na comunidade para Carl:" Pessoas morrem todo tempo e isso nunca vai parar de acontecer." Bingo! Alguém pensa com racionalidade nessa série.


Essa temporada é quase um conflito interno entre os personagens. Um estreitamento de laços já que as coisas não estão melhorando lá fora.

Será que um dia esse pesadelo terá fim? Será que eles serão como soldados que sobrevivem numa guerra? E as perdas foram grandes?

Estou ansiosa pela 6°temporada e a resposta para muitas lacunas que ficaram desde a primeira temporada e se juntaram aos passados misteriosos de muitos personagens da série.



Acima trailer da 6°temporada que estreia dia 11 de outubro desse ano e desculpem por alguns pequenos spoilers. 
Beijos!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Poesia que encanta a vida - 2016 | Todos os direitos reservados. | Tecnologia do Blogger