.27 de jul de 2015

[Conto] O Encontro


Sophia sempre fora uma jovem decidida e romântica. Sempre soubera que o Amor não é para os fracos e estava prepara para quando o amor chegasse e trouxesse consigo grandes dificuldades para que fosse feliz com quem fora escolhido para ser sua alma gêmea.

Fizera um perfil em um site de relacionamento na internet depois que suas amigas obrigaram-lá a parar de esperar pelo príncipe encantado sentada no sofá de sua casa. Estava cansada de ver todos a forçando a desencalhar. Não percebiam que o Amor chega sem aviso? Ele não era mandado por ninguém.

Quase não conversava no site. Um dia apenas recebeu um elogio de um rapaz de 18 anos. Um pouco mais novo que ela e ficara feliz com isso. Não sabia explicar, mas ficou mexida com aquelas palavras. " Sophia você parece ser intensa e marcante como um furacão e doce e inesquecível como o sabor do chocolate." Essas foram as palavras. Simples e clichês, porém foram sinceras. Seu coração sentia isso.

Começaram a conversar diariamente e trocaram seus números de telefone. Agora eram amigos e não demorou muito para se apaixonarem.

Vitor, era um jovem doce e carinhoso. Alto e com cara de nerd. Era sincero com suas palavras, Isso encantava Sophia. Agora estavam namorando. Havia apenas um problema. Moravam longe um do outro.

Distância. O Amor trouxera obstáculos para serem vencidos. Se amavam e manteriam o relacionamento. Os problemas seriam resolvidos.

Não tinham como se ver agora. Faltava dinheiro para se encontrarem. O namoro era virtual, mas verdadeiro. Se respeitavam e cresciam em cumplicidade.

Juntaram o dinheiro e lá se fora Sophia para ver seu amado. Cheia de sonhos e uma mala cheia de expectativas. Não sentia falta do contato físico...podia até sentir, mas sentia mais falta de olhar nos olhos de quem ama. Queria ver o amor nos olhos de Vitor. Queria ter certeza que era ela a Escolhida.

Vitor estava ansioso. Desesperado, todavia cheio de sonhos para com sua forte Sophia.

Ela chegara. Eles se olharam no saguão do aeroporto. Ela era branca de cabelos pretos brilhosos e olhos profundos...um sorriso tímido em meio a uma boca sensual e provocante. Ele suava demais e sentia suas pernas tremerem. Ela era uma mulher belíssima. O que vira em Vitor? Ele estava inseguro.

Ela pensava que Vitor estava nervoso e percebera sua insegurança em seu toque. Ela agira primeiro. O abraçou sem medo. Sentiu o calor de seu amado. Ele era bem alto e forte. Um guerreiro com sorriso de príncipe. Era seu mundo.


Ela levantara seu rosto e dera um sorriso desconcertante para ele. Vitor amava aquele sorriso. Quantas vezes abrira sua galeria de fotos e fitava aquele sorriso nas fotos de sua amada. Via muitos significados e pedidos naqueles lábios. 

Ela clamava por ele. Olhava para sua boca. Ansiava por ser beijada. Ele a puxara mais para si. Era sua. Ele cuidaria dela até que a Morte os separasse. Beijou-a como se fosse morrer após esse ato de entrega.


Ela sorriu após o beijo e foram para o hotel apenas segurando suas mãos. Eram um só.

Não aguentaram a ansiedade de se terem. Entregaram-se avidamente ao desejo da paixão.  Seus corpos queriam um encontro. Amor e paixão misturado entre beijos e palavras sussurradas. Suor e desejos dançando em seus corpos e corações.

Vida e Morte observando a ação do Amor eternizando aquele momento.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Poesia que encanta a vida - 2016 | Todos os direitos reservados. | Tecnologia do Blogger