.3 de jul de 2015

[Resenha] Anexos - Rainbow Rowell

Nome: Anexos
Autora: Rainbow Rowell
Editora: Novo Século
Ano: 2014
N° de páginas: 366


SINOPSE:
Beth Fremont e Jennifer Scribner-Snyder sabem que alguém está monitorando seus e-mails de trabalho. (Todo mundo na redação sabe. É política da empresa.) Mas elas não conseguem levar isso tão a sério, e continuam trocando e-mails intermináveis e infinitamente hilariantes, discutindo cada aspecto de suas vidas.
Enquanto isso, Lincoln O'Neill não consegue acreditar que este é agora o seu trabalho ler os e-mails de outras pessoas. Quando ele se candidatou para ser agente de segurança da internet, se imaginou construindo firewalls e desmascarando hackers e não escrevendo um relatório toda vez que uma mensagem esportiva vinha acompanhada de uma piada suja.
Quando Lincoln se depara com as mensagens de Beth e Jennifer, ele sabe que deveria denunciá-las. Mas ele não consegue deixar de se divertir e se cativar por suas histórias.
No momento em que Lincoln percebe que está se apaixonando por Beth, é tarde demais para se apresentar. Afinal, o que ele diria...?

Bem, esse livro é um daqueles livros que fazem suas emoções oscilaram de comportamento de uma forma inesperada e totalmente sem controle.
A história é contada através de Lincoln O’Neill que é um homem de quase 30 anos que já cursou mais faculdades do que eu pude conferir. Parece ter um vício em estudar ou como observei, medo de encarar a vida e os problemas reais. Percebemos que sua timidez é absurda e desnecessária. Muito disso se deve pelo seu tempo de nerd na escola e na faculdade. Além de seu namoro com Rachel, que acabou magoando demais, porque ela o traiu com um aluno da Universidade da Califórnia. Lugar esse que ele só foi por causa de Sam e ele volta de lá transtornado e determinado ao isolamento completo das pessoas.


A outra parte da história é nos dada através dos e-mails das amigas Beth Fremont e Jennifer Scribner-Snyder que Lincoln diariamente ler, porque ele é “Segurança da Internet” no jornal onde elas trabalham e onde é o centro principal da história. Beth é uma mulher de 28 anos romântica, idealista, sarcástica e muito inteligente. É crítica de cinema e apaixonada por casamentos em filmes. Sua amiga Jennifer é uma mulher casada com Mitch. Seu marido que parece ser extremamente apaixonado por ela, mas estão em crise devido Jennifer não querer ter filhos e ele sim. Os e-mails delas são lidos e relidos por Lincoln que deveria adverti-las por infligirem as regras do Jornal The Courier, mas ele sente-se envolvido pelas conversas das duas e ignora a punição.
Nas falas de Lincoln conhecemos a personalidade de diversas pessoas do ciclo social extremamente restrito dele. Sua mãe que é muito controladora e ainda trata Lincoln como uma criança indefesa. Tirando que ele ainda mora com ela, o que irrita demais sua irmã Eve. Eve é uma jovem mãe de dois filhos que saiu de casa aos 16 anos, porque queria liberdade e diz não suportar o jeito controlador de sua mãe. O engraçado disso é que Eve tem a personalidade muito similar de sua mãe.
Tem os amigos de Lincoln que jogam Dungeons & Dragons todo sábado com ele na casa de Christine – que já dera um beijo nela – e Dave. Eles são casados. Christine é quase uma irmã para Lincoln e o ajuda quando ele percebe que está apaixonado por Beth do The Curier.
Não podemos esquecer de seu amigo lindo e baladeiro Justin que é um jovem bem-sucedido e que adora pegar todas até que sai com Lincoln e encontra a mulher da sua vida num bar de esquina.

[...]. Acho que, se eu encontrasse um cara, sabe, aquele cara, eu não me importaria com o lugar ou com o cheiro dele. ”

O alto da história é quando percebemos que o que atrai Lincoln nas conversas de Beth e Jennifer é a Beth. Lincoln está apaixonado por ela. Nunca a viu pessoalmente. Ele sabe que ela tem um namorado. Um idiota que toca guitarrista e não sabe amar. Mas, ela está com ele. Ele sente como tivesse encontrado sua alma-gêmea quando ler as conversas de Beth. Ela tem opiniões parecidas com ele, rir muito e é engraçada.
Com o tempo Beth e Jennifer começam a falar do Cara Super Fofo que Beth olhara no Jornal. Ele era alto, branco, cabelo castanho e forte. Esse era Lincoln. Ela estava encantada pelo cara que estava apaixonada por ele. Loucura né? Porém sensacional esse drama. Não é um romance normal. É algo aparentemente errado. Lincoln ler conversas pessoais de Beth e ela deseja outro homem que não é seu namorado.

Lincoln cresce com esse sentimento. Torna-se mais confiante e entra em conflito com seu passado triste e frustrante com Sam. Ele se liberta de seus julgamentos errados de si mesmo. Enfrenta obstáculos para conhecer a mulher que mexerá com seu equilíbrio emocional e principalmente seu coração. Ele lutará contra si mesmo.
É um livro que só lendo para entender as lágrimas e sorrisos que tive durante essa leitura prazerosa e deliciosa que tive em dois dias. Lincoln assim como Nathan do livro Animate Me tem um jeito sincero diante o amor. São puros diante esse sentimento. São carregados de feridas, mas não permitem que isso paralisem seus sonhos.

Lincoln? Está dormindo? Eu não sabia que alguém podia me amar assim. – Disse ela. – Podia me amar e amar e amar sem.... Precisar de espaço. ”


Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Poesia que encanta a vida - 2016 | Todos os direitos reservados. | Tecnologia do Blogger