.19 de ago de 2015

[Resenha] O sumiço de Beatriz - Carolina Matsuo

Nome: O Sumiço de Beatriz
Autora: Carolina Matsuo
Ano: 2014
N°de páginas: 340




Sinopse:

Em meio a acordos entre a petrolífera brasileira e a venezuelana, uma organização paramilitar liderada por corruptos faz negociações com militares venezuelanos para produzir um instrumento de guerra, que apenas duas pessoas são capazes de desenvolver: Beatriz, uma estilista que ganhou vários prêmios como figurinista e maquiadora, criada por sua tia, Giselda; e o professor Dr. Yaacov Baum, um professor-pesquisador judeu de uma prestigiada universidade.
Durante a negociação do projeto de tal instrumento, num evento responsável por uma série explosões, Beatriz foge do cativeiro, mas o professor é ferido, e sua tia, que estava no local, é dada como morta.
Beatriz recorre ao seu amigo de infância, Tomaz, e tenta lhe contar os fatos. Porém, antes mesmo que ela explique o que está acontecendo, é obrigada a fugir dos militares que a perseguia.
Tomaz, chef de cozinha e dono do Tradicional Café, sem entender o que está acontecendo, e preocupado com a atitude da amiga, mergulha em uma profunda investigação para encontrá-la. Eventualmente, ele acaba descobrindo uma rede de intrigas e corrupção que envolve um mercador de armas, as FARC e algo além do que ele poderia imaginar.

Carolina simplesmente prendeu minha atenção do começo ao fim do livro. Nada no livro faz você fica cansado ou com muita enrolação para chegar até o final do livro. A estória já começa com a protagonista Beatriz sendo perseguidas por quatro brutamontes devido informações do relatório que o Dr. Baum tinha deixado com ela. Nisso Bia foge e pede ajuda ao seu amigo de infância – que é apaixonado por ela -, mas foge quando seus perseguidores aparecerem no restaurante de Tomaz.

Bia é uma estilista famosa e bem-conceituada no seu ramo. Já ganhou diversos prêmios e é bem-sucedida aos 30 anos de idade. Dona de uma personalidade forte e marcante, é generosa e altamente corajosa em tudo que faz. Parece não ter medo de nada e contra as forças políticas que tentam roubar a fórmula secreta de uma roupa que se camufla ao ambiente em que está, Bia se transforma em uma valente diante os gigantes.

Tomaz é o amigo apaixonado que larga tudo para salvar sua amiga mesmo não sabendo no que ela está envolvida. Ele simplesmente deixa seu restaurante nas mãos do seu amigo Pedro e cai fora no mundo atrás do paradeiro de Bia. Não sabe bem por onde começar, mas vai decifrando as pistas que sua amiga deixara pelo caminho e tenta a todo custo encontra-la com vida.

A escrita é envolvente com personagens simples e que poderiam ser qualquer pessoa. Tomaz é a personificação do Herói. Ele é aquele cidadão comum que vive seus dilemas comuns e rotineiros e repentinamente se ver envolvido num plano que parece mais um golpe militar dos grandes que antecedem grandes guerras entre países e colocarão muitas vidas em jogo.

Ele vira um detetive, quase um Sherlock Holmes...não isso seria um absurdo diante a inexperiência de Tomaz...seria mais o Dr. John Watson tentando desvendar todo o emaranhado de pistas que ele vai encontrando em São Paulo quando procurar por Bia que fora vista pela última vez em seu estabelecimento. E Tia Giselda? Tia de sua amada Beatriz... será que ela morreu mesmo? Ou será que Bia apenas ficara louca e falara coisas sem nexo?

Diante esses questionamentos sem respostas, Tomaz vai atrás do professor e doutor Baum, mas descobre que ele fora morto e encontrado no trilho do trem e ninguém sabe o motivo do assassinato. Ele quer o relatório do doutor e saber mais sobre a roupa “mágica” e o sumiço de sua amiga, mas se depara com dois professores corruptos e rabugentos que querem ganhar dinheiro às custas dos projetos da universidade e o surgimento da Inter cambista Sara que tornar-se uma deusa para Tomaz.

Vamos aprendendo ao decorrer da estória e a revelação de segredos que deixam os leitores de BOCA ABERTA...fiquei perplexa com o descobrimento de fatos e a revelação da identidade de outros personagens que fazem do final uma Grand Finale de filme de máfia italiana que as escolhas acabam nos definidos. Ou somos Covardes ou Corajosos. Não existe meio termo.

As escolhas tomadas por Tomaz mesmo diante sua ignorância no que estava acontecendo e suas capacidades limitas para ser um detetive não o impedem de ajudar sua amada Bia. Parece que isso o impulsiona a procura-la e não desistir diante a falta de cooperação das pessoas que aparecem em seu caminho e sua inexperiência em investigações.

O sumiço de Beatriz é um livro de suspense que envolve muito drama, ação, investigação e mistério. Com uma linguagem simples que traz à tona muitos fatos políticos que aconteceram com nosso país e vizinhos com uma pintada de ficção e personagens que são tão comuns como nós, mas que viraram heróis ou bandidos diante suas escolhas.




Um comentário:

  1. Quero agradecer a Joanice por firmarmos a parceria com o blog e por ter deixado suas impressões com a leitura d'O Sumiço de Beatriz nessa resenha.

    Fico muito contente que tenha gostado da trama e de ter se envolvido com a leitura e de ter deixado de Boca Aberta! ;D

    Convido os leitores para conhecerem mais sobre a trama assistindo o booktrailer, ler outros quotes, e o primeiro capítulo gratuito, acessando a fanpage:
    https://www.facebook.com/OSumicodeBeatriz

    Bjo,bjo. :)

    ResponderExcluir

© Poesia que encanta a vida - 2016 | Todos os direitos reservados. | Tecnologia do Blogger