.9 de set de 2015

[Resenha] Em Busca das Borboletas Volume I - Margarida Pizarro

Título: Em Buscas das Borboletas
Autora: Margarida Pizarro
Editora: Chiado
Ano: 2014
N° de páginas: 442

Sinopse:

Maria Mendes, é uma luso-americana apaixonada por moda que decide mudar-se para Nova York em busca dos seus sonhos.

Inseparável das suas melhores amigas Joan e Alicia, Maria vive uma amizade com laços profundos impossíveis de ser quebrados, onde as suas vidas entrelaçam-se em momentos lindos e hilariantes.

O seu mundo aparentemente perfeito e de paz é alterado quando conhece o sexy e irresistível futuro candidato a Mayor, Dale Sloan. Sem conseguirem evitar, apaixonam-se perdidamente vivendo uma intensa história de amor. Mas as diferenças entre os seus mundos podem ameaçar a sua felicidade, manchando com dúvidas o futuro a dois que eles tanto ansiavam viver. Será que o amor vence todas as barreiras?

Um romance que nos faz entrar, ao mesmo tempo, no mundo mágico da moda e na realidade viciante da política americana.

Alegria, drama, acção, suspense, diversão, paixão e muito amor numa história mágica que nos leva a rir e a chorar.


O nome do livro é bem convidativo Em Busca das Borboletas, porque me lembra de como me sinto quando estou apaixonada. Sinto borboletas voando no estômago só de pensar na pessoa que amo. Assim também se sente nossa personagem narradora: Maria Mendes. Uma luso-americana que se formou em Marketing de Moda e que com ajuda de sua amiga Alícia conseguiu o tão sonhado emprego numa das maiores revistas de Moda dos EUA: Fashion. Ela vem de uma família vinda de Portugal, onde seu pai trabalha como taxista e sua mãe é camareira num hotel de luxo da ilha de Manhattham. São de classe média baixa, mas Maria sempre se esforçou para chegar onde está agora e as dificuldades financeiras nada eram com a união de sua família que é invejável para qualquer pessoa.


Ela tem duas amigas: Alícia que é mais alegre e divertida das Três Mosqueteiras e sempre encarna a Miss Detective quando o assunto é suspeito para ela e Joan que é mais doce e suave das três e atualmente é casada com seu namorado de 10 anos, Thomas que formam um casal lindo e fruto de um amor que venho após a morte da mãe de Joan. Maria é insegura diante elogios e fica vermelha sempre que recebe um. Parece eu recebendo elogios, mas Alícia com sua autoconfiança ensiná-la a acreditar em suas qualidades, beleza e inteligência e Joan completa esse trio com sua sensatez e sensibilidade admirável.

Se não te amasse tanto assim,                                                             
Talvez não visse flores por onde eu vi. ” (Se eu não te amasse tanto assim – Ivete Sangalo)

A história é praticamente um conto de fadas. Como a autora mesmo diz: “Não sou uma escritora, mas uma contadora de histórias. ” Seu livro tem uma escrita leve e bem fluída. A doçura e o amor puro dos personagens são incríveis. É bem clichê, mas é aquele romance que faz qualquer mulher suspirar de tanto encantamento que o livro traz. Maria é uma romântica sonhadora e descobre o que é amor após sua entrada na revista, onde namora por poucos meses com o Diretor de RH: Alan Smith, ou simplesmente...o Sr. Perfeito. Um homem de uma beleza digna dos deuses gregos. Eles terminam, porque Maria sente que não o ama. Ele a ama, mas a vida é assim. Nem sempre as pessoas corresponderão aos nossos sentimentos. É frustrante, porém fortalecedor para nossa caçada ao Amor.

- Pensa numa coisa, amiga. Nós nunca vamos amar ninguém simplesmente porque queremos. O amor é algo espontâneo que nos apanha quando menos esperamos. – Continuava Alícia na sua nova encarnação de Julieta. ”

Após esse fim doloroso e que me fez ficar apreensiva e triste com esse rompimento que não esperava, todavia, o amor aparece para os distraídos e não adianta forçar amar alguém, porque na certa não acontecerá. Maria entende isso e vai para o casamento de sua amiga Joan onde encontra enfim seu Lorde. Dale Sloan, filho do maior senador democrata da cidade e promissor candidato a Mayor da cidade de Nova York. Eles se apaixonam à primeira vista e as borboletas de Maria começam a voar em marcha acelerada em sua barriga. Era ele. Não havia dúvidas.

Como era possível que aquele homem mal me olhava e era como se fosse a primeira vez que o via? ”

 Dale sempre fora um Don Juan de primeira. Rico, lindo de morrer e inteligente conquistava todas e teve que provar que gostava mesmo de Maria para enfim sossegar as dúvidas dela.

Todos sabemos que os contos de fadas trazem bruxas e esse conto não podia ser diferente. Temos a chefe de Maria e Alícia que é chamada de Cruella como no desenho 101 Dálmatas. Ela é uma megera e percebemos que bem mal-amada. E como não poderia faltar temos duas fadas madrinhas: Eva que é a responsável pelo lugar fantástico: The Room...um quarto dos sonhos, onde as mulheres perderiam a sanidade diante roupas, maquiagens, joias e salão de beleza. E temos por fim Gio que é o cabeleleiro mais alto astral que vi na vida. Fadas que ajudam Maria em seus maus dias.

Desde que te foste.
Oh, mas é perigoso,
É tão insensato tentar voltar no tempo. ” (Hurt – Christina Aguilera)

Em Busca das Borboletas é uma obra em dois volumes. O final do primeiro é uma abertura do segundo e temos vários dilemas que surgem perto do final desse livro. Temos segredos revelados...traições e descobertas que fazem o coração de Maria e suas mosqueteiras entrarem em estado de tristeza e dor.

Um romance cheio de amor, amizade e muitas lições de lealdade, amor familiar e respeito as mais diversas culturas.

Não posso esquecer que a leitura desse livro foi feita em dois dias e me deixaram como eu estivesse em casa, devido as músicas citadas serem do meu conhecimento como músicas de Celine Dion, Beyoncé, John Legend, Adele e músicas do nosso país lindo. Falar de Portugal é falar de nossas raízes culturais e ter uma escritora portuguesa no comando desse livro cheio de reviravoltas e muito amor no ar, é ser tomado pela sensação de pertencimento ao mundo.

E esta música são as minhas desculpas...
De noite, eu rezo
Para que, em breve, o teu rosto desapareça. ” (Everytime – Britney Spears)


Um comentário:

  1. Achei essa capa linda <3
    Adoro livro que citam músicas. Sempre faço playlists.
    Anotada a dica
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir

© Poesia que encanta a vida - 2016 | Todos os direitos reservados. | Tecnologia do Blogger