.25 de set de 2015

[Resenha] Seis Anos Depois - Harlan Coben

Título: Seis Anos Depois
Autor: Harlan Coben
Editora: Arqueiro
Ano: 2013
N°de páginas: 224
Skoob

Sinopse:
Jake Fisher e Natalie Avery se conheceram no verão. Eles estavam em retiros diferentes, porém próximos um do outro. O dele era para escritores; o dela, para artistas. Eles se apaixonaram e, juntos, viveram os melhores meses de suas vidas.
E foi por isso que Jake não entendeu quando Natalie decidiu romper com ele e se casar com Todd, um ex-namorado. No dia do casamento, ela pediu a Jake que os deixasse em paz e nunca mais voltasse a procurá-la.
Jake tentou esconder seu coração partido dedicando-se integralmente à carreira de professor universitário e assim manteve sua promessa... durante seis anos.
Ao ver o obituário de Todd, Jake não resiste e resolve se reaproximar de Natalie. No enterro, em vez de sua amada, encontra uma viúva diferente e logo descobre que o casamento de Natalie e Todd não passou de uma farsa.
Agora ele está decidido a ir atrás dela, esteja onde estiver, mas não imagina os perigos que envolvem procurar uma pessoa que não quer ser encontrada.
Em Seis anos depois Harlan Coben usa todo o seu talento para criar uma trama sensacional sobre um amor perdido e os segredos que ele esconde.


O que dizer desse livro? Surpreendente. Não acho melhor palavra que defina a escrita de Harlan que me envolveu numa história cheia de suspense e que em muitos momentos fizeram meu coração quase parar de tantos mistérios que não pareciam não ter nada a ver com o sumiço do amor da vida do professor Jake Flisher: Natalie, mas que no final nos revelaram algo que não era deduzível se o leitor fosse desatento.

Seis anos depois é um dos melhores livros já escritos de Coben. Recebeu as melhores críticas dos especialistas em crítica de literatura de suspense e rendeu o primeiro lugar na lista do The New York Times.


“Acho que de vez em quando – em uma ou duas ocasiões na vida – nos sentimos fascinados por uma pessoa, de forma muito profunda, primordial e imediata, um encanto magnético. Foi assim com Natalie. ”

A história é contada pelo professor Jake Flisher que é professor na Universidade de Landford College, onde leciona Ciência Política e é um exemplo para todo o corpo docente. Há seis anos atrás contando a partir do dia da narração do livro, Flisher fora para um Retiro Criativo para terminar sua dissertação de Ciência Política, pois necessitava de paz e solidão após a morte de seu pai cinco meses antes. Nesse retiro conhecera Natalie Avery. Uma artista que adora pintar quadros bem expressivos e sombrios de lugares. Se apaixonaram perdidamente. Três meses se passaram e Jake não sabia mais viver sem sua amada. Aí acontece o golpe fatal para o coração do nosso professor: Natalie termina o namoro e se casa repentinamente com um ex-namorado chamado de Todd Sanderson.

“ Todo nosso relacionamento teve esse caráter irreal, os dois distantes de suas vidas normais e sujeitos ao lugar-comum que acompanha essas situações. ”

O coração de Jake é partido ao meio. Ele vai ao casamento e ver sua amada nos braços de outro e no final do casamento ela pede: “ Prometa que vai nos deixar em paz. ” Ele promete. Seis anos se passam e Jake descobre que o marido de Natalie faleceu. Fora assassinado em casa e deixara sua esposa e dois filhos. O coração do professor sente a esperança voltar. Não se passara um dia nesses seis anos que ele não pensara nela.

“Lembranças dolorosas nunca chegam suavemente – elas arrombam a porta e entram todas ao mesmo tempo. ”

Quando ele decide ir ao enterro de Todd, só fez isso porque seu amigo Benedict recomendou que fizesse, descobre que Todd tinha outra esposa. Não era sua Natalie. Algo era estranho nessa história. Há seis anos atrás ele vira que se casaram. Agora ele tinha outra família. Não havia vestígios de Natalie em nenhum lugar. Ela não queria ser encontrada.

Uma caçada é iniciada. Jake sente que sua amada está em perigo. Ele se lembrava da promessa que fizera a ela, mas ele a amava. O coração tem sua própria lógica. Não segue a razão. Ele começa uma investigação para saber a verdade. Não sabe que isso é perigoso e pode colocar a vida de muitas pessoas em risco.

“ – Certos homens arrastam uma asa por amores antigos, e alguns, não muitos, ficam completamente incapazes de voar. ”

Descobre que Todd era fundador de uma instituição de carente chamada Novo Começo. Jake achou estranhou e foi atrás de mais informações. Descobriu que a ONG era uma farsa e não passava de uma empresa que ajudava pessoas que um dia se envolveram em crimes ou foram acusadas injustamente a desaparecerem. Iam ter um novo Recomeço. Seriam outras pessoas. Ganhariam novas identidades e ficariam longe de seus perseguidores. O pai de Todd fora acusado de pedofilia injustamente e cometera suicídio após perder tudo que mais amava. Por isso a ONG, mas Jake não sabia por que Natalie estava envolvida com eles. O que ela queria com seu casamento falso? Por que desaparecera por seis anos e mentira que estava casada e morando na Dinamarca? Será que ainda estava viva?

A trama vai só aumento e é difícil não se envolver. Torci do começo ao fim que o professor Jake encontrasse Natalie. Queria ele feliz. Ele a amava e eu tinha certeza que ela o amava também, todavia havia algo que estava entre eles e Natalie queria esconder de todos, principalmente de Jake. O coração de Jake era completamente determinado a morrer para saber a verdade sobre Natalie. Um coração apaixonado é incansável.

Coben nos envolve com personagens que trazem em suas vidas dramas pessoais e perdas imensas. Muitas vezes chorei com as dores dos personagens. Separações forçadas dos seus parentes e pessoas amadas somente para salvá-las de outras pessoas que só pensavam em poder a todo custo. A dor delas era devastadora. Só quem ama de verdade sabe o que é sacrifício. Somos capazes de morrer só para salvamos quem amamos.

“Eu vivia esperando o sorriso dela. Quando olhava em seus olhos, podia ver que era para sempre. [...]. Você sente pena que das outras pessoas porque elas nunca vão conhecer essas explosões contínuas de paixão. [...]”

O final do livro foi deslumbrante e o suspense foi até a última palavra da história. Harlan consegue esconder a verdade e o desfecho até o último instante. Meus olhos já estavam marejados de tantas lágrimas que ameaçavam cair com aquelas descobertas e as feridas abertas não só no coração de Jake, mas nas perdas familiares de Natalie e sua mãe e até seu amigo Benedict também sofrera com uma perda que até fazia com ele fosse um homem incompleto e infeliz. Chega a página final e cabum: O final que NINGUÉM esperava ou melhor deixou de acreditar nas cem primeiras páginas.

“Nunca devia ter feito aquela promessa. Minha cabeça estava confusa, mas o coração, não. Deveria tê-lo ouvido. ”

Obs: Harlan não conseguiu esconder de mim a verdade (risos). Sou leitora assídua e apaixonada de Sherlock Holmes e os escritos de Edgar Allan Poe e sou observadora nata de detalhes e após 130 páginas eu já sabia 99% da verdade sobre aqueles mistérios e que se confirmaram no capítulo final, mas o grand finale foi surpreendente e me levou as lágrimas.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Poesia que encanta a vida - 2016 | Todos os direitos reservados. | Tecnologia do Blogger