.17 de nov de 2015

Lição N°45: "Não existe mocinhos e vilões."

"Não existe mocinhos e vilões."

Desde pequenos lemos e assistimos histórias que mostram o Bem e o Mal numa luta que nunca tem fim. Muitas vezes enjoei dessa batalha sem propósito e quando comecei a ler livros de conhecimento acadêmico essa rejeição a essa luta vã só aumento.


O que é Bem? O que é Mal? Responda sinceramente essas questões. Conseguiu?Tenho certeza que até conjecturou os termos Bem e Mal a alguns personagens de sua infância, como Tom e Jerry, Dick Vigarista e Capitão Caverna, Goku e Piccolo e muitos outros. Sabe por quê? porque desde nossa idade terna somos doutrinados a acreditar que há pessoas do "Bem" e do "Mal". Há uma linha que separa as pessoas e somente essa linha pode definir que lados pertencemos.

O engraçado é que os mocinhos sempre são sem graça e muitas vezes não sabem nem o que estão fazendo e são aqueles que levam a glória quando derrotam as Forças Sombrias. Lembro-me de quando eu assistir Harry Potter, eu me apaixonei pelo vilão da história...a resposta era clara: Ele era decidido. Decidiu perturbar a vida do pequeno bruxinho porque tinha um objetivo e perseguia isso a todo custo e nada e ninguém impediria seu sonho. Diferente de Harry que muitas vezes se perguntou o que tinha que fazer e o porque...Meu Deus, como ele não sabia o que fazer? Estava na cara que ele devia ajudar as pessoas e tudo mais, todavia os "mocinhos" sempre são assim, entretanto Harry cresce e tornar-se um esplêndido bruxinho.


Nos Vingadores sabemos que Thor, Homem-de-Ferro, Hulk, Gavião-Arqueiro e outros são do Bem. Fazem parte da turma dos super-heróis e que Locki que é irmão de Thor é do Mal. Ele persegue o irmão e o inveja. Todos queremos que ele e seus compassas sejam destruídos pelos fantásticos Vingadores, mas por que? Porque aprendemos a apenas castigar quem é do "Mal". Mulheres foram mortas nos obscuros séculos da Idade Média porque mexiam com Alquimia e afins e foram consideradas Bruxas e isso era afronta a "Luz" e os bons costumes e resolveram matá-las. Sabe aquela venha história de cortar o mal pela raiz e blá blá.


Se observamos o ser humano, não podemos dizer que ele é Bom ou Mau. Nunca! Ações não definem personalidade e caráter, mas apenas delimitam a própria ação e o momento que elas foram feitas. Uma pessoa é criminosa porque cometeu determinado crime e não porque nasceu "bandida" e mau-caráter. Quando comecei a estudar Ciências Sociais e Filosofia encontrei nessas ciências a resposta para vários dilemas na minha mente. Parei de julgar as pessoas e confiar cegamente no Governo, Sistema Educacional e principalmente na Mídia.


"Bandido bom, é bandido morto." "Crucifica!" "Pena de Morte para ele" "Vamos mostrar quem manda aqui." " Vamos matar todos os "terroristas" desde planeta"....tenho certeza que alguma dessas frases é familiar a você. Todos os dias as ouvimos sendo repetidas e pior, a pessoa que declama isso, como se fosse uma mantra, nem sabe o que elas significam e o peso que elas terão sob a vida de todos. Acha que a bondade e a maldade foram definidas geneticamente? Ou que o "Deus" que a maioria adora determinou que uns seriam do lado Dele e os outros seriam destinados a serem filhos do Diabo? Não. A maldição da Humanidade é acreditar em crenças sem fundamento algum. Fulano é mau caráter, porque roubou um biscoito no mercadinho...ciclano é corrupto, porque roubou milhões do povo...X deve morrer porque é terrorista.


Vamos com calma. Primeiro se alguém praticou algo ruim aos demais é porque foi motivado de alguma forma. "O Ser Humano nasce puro e a sociedade o corrompe." Verdade Universal. Se existem terrorista, é porque quando eles eram crianças foram ensinados que os demais eram "vilões" de suas vidas e deveriam ser mortos...assim como o Ocidente define que todos que vivem no Oriente Médio são "terroristas" se ainda não são é porque estão na dúvida. Carregamos essas ideias em nossas mentes e divulgamos elas pelas redes sociais, rodas de amigos, em casa, na escola e qualquer lugar. Ai Booom! A guerra vai começar. Ninguém é bonzinho, então vamos nos matar para mostrar quem manda nessa bagaça aqui!


Poder!Poder! e mais Poder! A ruína da Sociedade se chama Poder. Matamos para temos poder. Lei do mais Forte ou será do mais Esperto? Guerra para se conseguir a "Paz"? Ironia, meus caros. Hipocrisia das mais feias. Qualquer pode matar, roubar, ser corrupto e muito mais é só ter MOTIVOS. Está numa situação favorável a cometer atos violentos e gritantes contra a sociedade. Exemplo, crianças que vivem em favelas, em regiões onde o terrorismo é super forte e estão sem escolas, muitas vezes sem seus pais, sem ajuda do Governo ( que muitas vezes nem existe), sem nada PRODUTIVO para fazer e só veem um caminho: Se entregar a coisas cruéis e repreensíveis pela sociedade. Ponto! Perdemos uma pessoa que poderia mudar o mundo e ajudar MILHÕES de outras pessoas. E sabe por que? Porque ninguém a AJUDOU! Ninguém! Nós que tanto falamos em AMOR e PAZ...Somos os primeiros a declarar que sejam mortos e crucificados em prisões.Nos tornamos DEUSES nessa terra.


Por acaso TODOS tem as mesmas condições de vida? Mesmo poder econômico? Conhecimento? Pais e mães? Mesma educação? Não! Então, perceber-se que a realidade só vai mudar quando deixamos de ser vítimas e ajudamos os demais. Exigir que mudanças sejam feitas na Educação, Administração Pública e no Mundo todo. Não queremos mais extermínios como no Nazismo, Fascismo e tantos outros.

Somos iguais e somente as condições mudam. Quem perde é a Humanidade. Não somos nem heróis e nem vilões, apenas humanos muitas vezes estúpidos e cegos pelas informações mentirosas que manipulam as opiniões públicas mantendo as "ovelhas" no caminho do senso comum e dos preconceitos enraizados. 


14 comentários:

  1. Parabéns pelo texto. Nos faz refletir muito. Gostei da parte dos Vingadores.
    Quero destacar o seguinte, Os Vingadores são super heroís mas eles não são 100% bem, agem como seres humanos comuns e fazem suas besteiras.
    Acredito que Bem e Mal andam lado a lado. E que todo mundo tem os dois lados, mas desenvolve mais um do que o outro.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  2. Oee, mano, que texto incrível! Vontade de tatuar na testa hehe. Brincadeira, ta muito bom mesmo!

    Abraços!
    http://lendocomobiel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oie, tudo bem?
    Achei o seu texto incrível, e nos leva a refletir sobre essa questão antiga sobre o bem e o mal. Todos nós temos os dois lados, ninguém é só "bonzinho" ou um mal caráter completo. O bem e o mal andam de mãos dadas, e cabe nós escolher qual o caminho que devemos seguir. Parabéns pelas palavras expressadas no texto!

    Beijos,
    Dai | www.cheirodelivronacional.com.br

    ResponderExcluir
  4. Muito show o seu texto!! Adorei Joanice!!

    ResponderExcluir
  5. Muito show o seu texto!! Adorei Joanice!!

    ResponderExcluir
  6. Uau, que texto maravilhoso, adorei suas palavras e sentimentos, falou e disse tudo. Bjs

    ResponderExcluir
  7. Oiii!

    Que beeeela reflexão! Sério, eu adorei! Acho que as vezes paramos e não pensamos em certas coisas, até porque apontar o dedo e julgar seja pra qualquer coisa é muito mais facil que simplesmente parar para pensar em nossas atitudes.
    Parabéns de verdade pelo post!


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Que texto maravilhoso! Concordo muito com você, não existe bem e mal, até porque o que pra um é uma coisa boa, pro outro pode ser o contrário. E, como você disse, ações não definem personalidade e caráter!

    Beijos, Marina Rodrigues
    pizzandbooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá, meus parabéns pelo texto, você disse tudo! Concordo contigo sobre essa comparação de mocinho e vilões, somos todos iguais!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  10. Oi Joanice,
    Puxa, que legal e diferente esse seu post, amei :)
    Quando entrei pra faculdade comecei a refletir sobre essa história de bem e mal e querendo ou não nossos olhos se abrem para quem muitas vezes é o verdadeiro inimigo.
    Lembro de um livro que li esse ano que fala justamente desse assunto abordado por você, que nem sempre os vilões são maus de fato. Foi no livro Mosquitolândia. Me fez pensar e eu gostei.
    Parabéns pela palavras, essa é mesmo uma ótima lição :)

    Abraço e Bons Livros,
    Biblioteca do Coração❤

    ResponderExcluir
  11. Adorei sua definição e o seu texto. Sempre gostamos mais dos vilões, né!? Ainda mais quando eles são bonitos, rs. Mas no caso de HP, não consegui gostar nem um pouco do Voldemort.

    Beijo,
    http://www.pactoliterario.com/

    ResponderExcluir
  12. Achei sua reflexão muito interessante. A empatia tem sido cada vez mais seletiva mesmo e isso é um pouco culpa da mídia em separar "essa população é do bem e essa do mal".

    Sobre vilões e mocinhos na literatura, acho que é por isso que George Martin fez tanto sucesso, pois seus personagens não são inerentemente bons ou maus. Eles têm atitudes de acordo com o que convêm a eles, podendo ser boas ou más para um ou outro. A mesma coisa com Watchmen. Eles são maus? Eles matam. Mas eles matam quem já matou ou estuprou. Isso faz deles bons ou maus?

    É uma reflexão realmente interessante.

    Infinitos Livros

    ResponderExcluir
  13. Oi Jo!
    Que belo texto.E concordo com você. Poder é o que movimenta as pessoas, fazem elas se senirem superiores passando uma por cima das outras. O bandido se senti poderoso só poruq possui algo na mão que o deixa poderoso e abusado. Mas se pararmos para pensar o que levou ele a ter aquilo nas mãos e praticar assaltos ou assassinatos? A desigualdade. E a grande culpa disso é o Governo que não investe em educação que é o básico para uma cidade e um país crescer. Em fim, são tantas coisas para se falar que vai ficar um texto gigantesco aqui. Eu queria muito que as pessoas enxergassem as coisas a sua volta com mais clareza, que visse o quanto esse país se perdendo... parabéns pelo texto!

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. OIe Jo, tudo bem!?
    Amei o seu texto, parabéns!!
    Eu acho que ninguém é 100% mal ou bom, somos 50%, 50%! Cabe a nós escolher, sabe? Somos todos iguais com escolhas diferentes! E super concordo com você que maldição da Humanidade é acreditar em crenças sem fundamento que se passam de pai para filho ano após ano... U_U
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir

© Poesia que encanta a vida - 2016 | Todos os direitos reservados. | Tecnologia do Blogger