.4 de dez de 2015

Lição N°47: "Não sabe, por favor ,Não fale Nada."

"Não sabe, por favor, Não fale Nada."

Por que essa lição hoje Jo? Bem, ela demorou rsrs. Pensei bem no que falar. Refleti três dias e agora vou compartilhar com vocês.

Minhas aulas começaram semana passada, mas só fui a aula nessa semana. Não é preguiça, mas depois de 100 dias de greve é difícil de acostumar com a rotina da UFMA e estágio junto além do blog, namoro e afins.

Bem, estou matriculada em duas disciplinas - estou me formando - uma do meu departamento e outro do Curso de Letras, que é Literatura e Cinema. Eu amei a disciplina, mas no primeiro dia arranjei duas "malas". São duas jovens que ficam debochando de mim - Não sei o motivo - a todo momento. Dos 25 alunos, 24 são de Letras, ou seja dou a Divergente da sala rsrs.

Elas são amigas e cismaram com a camisa e o colar que eu usava na terça. Por que Jo? São da saga Jogos Vorazes. Debatemos sobre Adaptações cinematográficas e Literatura. Para você quem é melhor? Livros ou Filmes? Se escolheu um dos dois, mude seu pensamento, cada um tem uma linguagem distinta e são Artes diferentes, então compará-las é coisas de pessoas limitadas ou idiotas mesmos. Uooooh!


Virei colega do amigo delas. Ele me falou sobre a professora e tirou a xerox daquele dia. Foi um anjo, já que eu estava perdida com tudo. Ai elas bolaram um plano. Resolveram me atacar! Coisa do filme Meninas Malvadas!


Começou um debate sobre adaptações de livros e uma delas falou do Doador de Memórias, dizendo que o filme não apelou para o "Show de Efeitos" como os filmes das sagas Divergente e JOGOS VORAZES! Uoooooh! Ela foi direta! A coleguinha dela sorriu de mim. A raiva estava estampada no meu rosto. Canalizei a ira. Eu ia deixar passar essa? Sim! Nãoooooooooooo! Depois de 4 anos na UFMA, parei de tolerar pessoas prepotentes e ignorantes e respondo a altura e se insistir na intolerância acadêmica, vai ser humilhado em público. Desculpem, mas preconceitos não devem existir no meio acadêmico.


Hoje teve debate novamente e foi minha vez de falar. Dei uma de Emily Thorne da série Revenge. Disse que Cinema é uma arte independente da Literatura. Cada uma tem uma linguagem própria e alvos diferentes. O Cinema trabalha com quase os sentidos e os livros com a imaginação e os filmes da saga Jogos Vorazes não focaram de modo algum no romance de Peeta e Katniss. Seguiram falando da Guerra, Democracia, sequelas que ficam da violência e do abuso de poder e de perdas grandes. Claro que os dois primeiros filmes mostravam um espetáculo. A Arena era um Show para a Capital. Nos livros têm isso! Falei até cansar! Eu estudei o assunto. As Meninas Malvadas ficaram chocadas e a maioria riu delas. 


Jo mas isso é Maldade? Não, meus caros leitores!Nunca permita que a ignorância obscureça o conhecimento ou a Verdade. Eu simplesmente respondi a altura da arrogância delas. Não conheciam os livros e assistiram apenas ao primeiro filme. Elas não são críticas de cinema e muito menos de Literatura. No meio acadêmico existe um problema chamado Tradicionalismo, que só livros acadêmicos são os melhores para serem lidos. Kant, Rousseau, Marx, Nietzsche, Aristóteles, Hegel e por ai vai. Eu leio todos esses autores e os clássicos universais, mas NUNCA falo que um é melhor que o outro. Primeiro, porque os autores citados acima são ACADÊMICOS e outros como Suzanne Collins, Clarice Lispector, Jane Austen são escritores de Literatura Ficcional. Cinema e Literatura dialogam com seus públicos. Levam lições. Cada um de forma diferente.


Se não sabemos sobre tal pessoa ou determinado assunto que tal nos mantemos CALADOS e ouvir quem sabe do assunto e estudar um pouco para DEPOIS darmos uma opinião plausível e baseada no conhecimento sem interferência de preconceitos. Assim evitamos, confrontos como o meu com essas meninas e aquela chatice de falar mal de alguém que NÃO conhecemos.




22 comentários:

  1. Olá, tudo bem?

    Gostei muito do seu relato,estava mais do que certa. Vejo muitas pessoas reclamando que o filme não foi fiel ao livro, mas essas mesmas esquecem que o filme é "baseado" no livro, não é a mesma coisa e sim algo baseado do livro.

    https://www.facebook.com/VictoorTadeu

    ResponderExcluir
  2. Isso ai minha amiga, gostei do seu posicionamento! Parabéns, deu show!

    ResponderExcluir
  3. Adoro debates sobre livros e filmes. Principalmente quando a pessoa nem sabe do que está falando e quer dar palpite sobre o que não conhece.
    Se não sabe, não fale. Arrasou amiga!
    Beijos
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?
    Acho tudo o que falou super certo, odeio quando isso acontece comigo, mas como tenho que ser educada né haha. Adorei seu blog
    Abraços

    http://garotareading.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Realmente, tem um pessoal que se acha demais, gente e daí se VOCÊ acha alguma coisa sobre algo, problema é seu, os OUTROS tem o DIREITO de achar uma coisa diferente do que você.

    Abraços

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Concordo com você, sempre que alguém vem me falar sobre uma adaptação cinematográfica não seguir fielmente o livro me vem aquela vontade de lembrar a elas o significado do nome "adaptação". Acho que é totalmente valido conhecer tanto um como o outro, enriquece a mente e os olhos.

    Beijinhos,
    Andy!
    http://quotesperdidos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Falou tudo, as pessoas adoram julgar sem nem saber do que estão falando. E se tratando de hypes do momento as pessoas tem o prazer de julgar ainda mais. Bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi Joanice, tudo bem?

    Gostei bastante do seu texto, e nossa, essas pessoas que gostam de falar mal de alguma coisa, sem nem saber do que estão falando é a pior coisa do mundo. Concordo com você, por mais que eu mesma compare um livro a sua adaptação, eu sei que são coisas diferentes, trabalham com sentidos diferentes e tudo o mais. E também é péssimo quando nos julgam pelo que a gente lê, como se ler alguma coisa mais culta te fizesse alguém melhor do que outra.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima || Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  10. Eu simplesmente AMEI o seu relato. Como uma futura estudante de cinema e como uma apaixonada por literatura a muito tempo já entendi que tentar preterir uma forma de expressão a outra é uma coisa limitada. Cada uma deve servir ao meio que foi exposta, cada uma vai despertar sensações diferentes. Gente preconceituosa e com a mente limitada em caixinhas também não me desce, você fez muito bem em expor o quão ridículo foi a atitude e a colocação delas.
    Depois dessa já estou seguindo e amando o seu blog, e a sua personalidade também!
    Beijos.
    Criei, recentemente, um blog para falar sobre filmes, series, cultura e artes no geral. Se puder dá uma conferida ficarei muito grata: http://cineleva.blogspot.com.br/ :)

    ResponderExcluir
  11. Só tenho uma coisa a dizer: arrasou em cima de um salto de 15 cm. Pessoas ignorantes em conhecimento e que tentam "aparecer" me dão nojo, com certeza respondeu a altura!

    Beijo,
    http://pactoliterario.com/

    ResponderExcluir
  12. Olá!

    Parabéns pelo lacre! Eu, se estivesse na sua classe, ficaria quieta, até porque não vi nem li Jogos Vorazes - e não verei, não faz meu gosto. Porém, você arrasou com seu argumento. Espero que as meninas não te incomodem mais - depois dessa, acho até difícil!

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Vida acadêmica tem mto disso mesmo, a verdade em qq lugar vamos encontrar pessoas assim, que vao ter preconceitos, vao falar achando que sabem mto e essas coisas nada a ver.
    Bom que vc estudou o assunto e falou com segurança, isso aí mesmo!
    Boa sorte na faculdade e que bom que está formando, é a melhor parte, hehe.
    Beijos.

    ♥ Blog Livros e Sushi ♥
    https://livrosesushi.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  14. Oi, Jo!
    Às vezes eu me surpreendo com a atitude de algumas pessoas no ambiente acadêmico. A da suas "colegas" de turma me fez lembrar o período do ensino médio. Sabe aquelas meninas que criavam picuinhas com as outras por besteira? Pois é, eu lembrei disso. Se elas não gostaram de Jogos Vorazes tudo bem, mas que ficassem na delas. Eu concordo com vc quando diz que se a pessoa não sabe do assunto não deve ficar falando por aí. E em primeiro lugar as pessoas devem ser respeitadas por seus gostos. Ótima atitude a sua de primeiro estudar sobre o tema para depois falar. E expor os dois lados. Isso mostra que a academia cumpriu com um de seus papéis, que é nos ajudar a desenvolver nosso lado crítico.
    Beijos

    http://tudoqueeuli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Jo, entendo bem pelo que você passou com essas duas criaturas.
    E acho que você deu uma boa resposta a altura do que elas estavam merecendo.
    Arrasou demais.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  16. Oi Jô!
    Amei seu texto! #Aplausos
    Com certeza é bem complicado o ser querer comparar livro com cinema, já que são tão diferentes! Um livro é adaptado para o cinema, e não compilado, mesmo pq compilar seria quase impossível. Quase sempre eu prefiro livros a filmes, justamente porque livros atiçam minha imaginação, mas tem muito filme que desbanca livro, por isso acho que os dois meios não devem competir e sim trabalhar juntos para o nosso benefício.

    Bjs!
    Quem Lê, Sabe Porquê

    ResponderExcluir
  17. hahuahuahuhahauhau
    Menina eu nunca debateria isso. Mas galera difícil essa hein?
    Enfim gosto é de cada um mesmo, adaptado ou não, graças a filmes, muitas pessoas começaram a ler graças a filmes.
    Beijos, Maisa.
    http://reinoliterariobr.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Sem palavras! Aceite minhas palmas, meus likes e tudo que tem direito.
    Menina tu arrasou, estou em total acordo contigo, há muito julgamento entre as pessoas, com filmes e livros, cada um é casa um (isso não teve muito sentido), povo preconceituoso e sem conhecimento não leva nem meu olhar quando é assim.
    Parabéns.
    http://k-secretmagic.blogspot.com.br/
    Xoxo

    ResponderExcluir
  19. Oi Jo!
    So de ler o seu relato fiquei com preguiça eterna dessa gente. Uma coisa que aprendi nessa vida é que brigar com idiotas faz com que você se rebaixe ao nível deles e eles ainda ganham por experiência.... Eu não perderia meu tempo explicando algo pra alguém que nao enxerga nada.... Mas, enfim, acho que mesmo assim você deu uma beeeeela lição nelas, mereceram!
    Beijos

    Lumartinho.Blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Oi, Joanice! Gostei muito do texto e da história! Lembra-me um pouco da minha experiências e algumas mudanças que tenho passado a respeito de Literatura. E nunca tinha pensado na ideia de que filme e literatura são completamente distintos, cada um apresentando de uma forma a narrativa. Quando me perguntarem se prefiro filme ou livo, vou responder dessa forma ( apesar de que, por incrível que pareça amo sempre mais os filmes haha. Deve ser amor pelas telonas). Ah! E o blog tá lindo! ^^ Abraço,
    Jess <3

    ResponderExcluir
  21. Scrr kkkkkk amei o post,cinema e literatura não podem ser comparados mesmo,são dois tipos de arte completamente diferentes. Claro que algumas adaptação não são dignas dos livros dos quais foram baseadas,mas,ainda assim,são situações diferentes. Gente,eu queria isso gravado kkkkk

    ResponderExcluir
  22. Oi Jo!
    Menina, tu arrasou com elas. Odeio esse povo que não sabe nada e abre a boca pra falar besteira e ainda querer sair por cima. Não achei maldade, até porque você respondeu a altura rs' e eu queria muito estar presente nesse debate! haha...
    Claro que nós fazemos comparações, mas lendo seu post eu pude perceber melhor entre o cinema e o livro, nós leitores queremos que tudo seja igual ao livro hahah... adorei!

    Beijos!
    http://lovesbooksandcupcakes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

© Poesia que encanta a vida - 2016 | Todos os direitos reservados. | Tecnologia do Blogger