.11 de jan de 2016

[Resenha] O Projeto Rosie - Graeme Simsion

Título: O Projeto Rosie
Autor: Graeme Simsion
Editora: Record
Ano: 2013
N°de páginas: 320

Sinopse:
Perto de completar 40 anos, o peculiar professor de genética Don Tillman havia desistido do amor. Para acompanhar sua rotina severamente cronometrada, com esquema de refeições padronizadas, um cronograma para a execução de cada compromisso (inclusive para a prática de exercícios físicos antes de dormir) e lidar com sua falta de habilidade social, só mesmo a mulher perfeita. E ele já sabe como encontra-la. Ou pelo menos acha que sabe. Ele desenvolve o projeto Esposa Perfeita, um questionário meticuloso que irá ajudá-lo a selecionar candidatas adequadas a seu estilo de vida. Mas quando Don conhece a jovem Rosie ele descobre que nem tudo na vida pode ser programado... e que o amor pode, de repente, vir a seu encontro.


Esse foi um livro que despertou sentimentos contraditórios até o final. Sabe aquele livro que você tem altas expectativas, mas com a leitura vai ficando decepcionado devido um personagem que é idiota? Bem, esse é O Projeto Rosie que me despertou isso em mim, todavia na página 120 me conquistou profundamente e superou minhas expectativas completamente.

O enredo do livro gira em torno do personagem principal, Professor e Cientista em Genética Don Tillman que tem 39 anos e problemas sociais graves. Você se lembra daqueles nerd bem clichês dos filmes colegiais como High School Musical? Bem, Don se encaixa perfeitamente nesse tipo. O cara é um geneticista famoso – conhecido em todo lugar desse planeta – aplaudido pela inteligência fora do comum, mas cheio de uma insensibilidade social grave. Ele não sabe o que é “delicadeza” e contratos sociais. Não sabe se comunicar de forma agradável com qualquer pessoa. Quando fala qualquer um, é mesmo qualquer um.

Você pode dizer que ele nasceu com alguma inabilidade para isso, mas não. Don não tem nenhum quadro psicológico que der ele como inapto para convívio social. Ele só achava que não tinha NECESSIDADE de ser cordial e gentil com as pessoas menos inteligente do que ele. Isso pode soar bem desagradável e realmente é errado, todavia Don fazia isso de forma inconsciente. Ele não percebia que essa “rebeldia” velada contra os modos sociais afastavam ele das pessoas e as mesmas evitavam conviver com ele. Ele tinha apenas dois amigos. Um era seu melhor amigo Gene e sua bela esposa e genial psicóloga Cláudia.

Gene é um ser sem definição. Não sei se posso julgar o comportamento inaceitável dele com sua esposa. Vou explicar. Gene é professor doutor em algo relacionado aos laços humanos, como, matrimônio, maternidade e afins. Ele faz muitas experiências e uma dessas é transar com mulheres de todos os lugares do mundo. Isso mesmo, leitores. Ele sai por aí transando com mulheres de todos os países desse mundão e a esposa tem que aceitar isso numa boa. Percebemos que no começo – tipo, quando eles casaram há 20 anos atrás – Cláudia aceitava na boa, mas depois começou a se sentir mal porque o marido não estava mais fazendo experiência, e sim a traindo de forma descarada. Eu já tinha falado tudo que me incomodava, entretanto Cláudia queria dar uma de desapegada dos protocolos matrimoniais. Desde quando se sentir infeliz e traída podia ser um protocolo estúpido? Todavia, vai acontecer uma reviravolta no final do livro para Gene e Cláudia. Leiam para saber rsrs.

Voltando, a Don, como ele parece maluco já que calcula tudo que vai fazer na vida dele, como, por exemplo, o tempo estimado de preparar suas refeições, dar aula, praticar esportes, dar palestras, falar ao telefone, dormir, sair, andar de bike e muitas outras coisas. Nada que ele faz está fora de seu controle. Não fuma, mas bebe como uma alcoólatra. Está se sentido solitário e do nada pensa em arrumar uma esposa. Surge aí “O Projeto Esposa”. No começo pareceu até “normal”, mas como ele não é bom da cuca, começa a fazer questionários malucos para as mulheres responderem e doidas são elas que respondem esses traços da insanidade dele. Ele quer uma mulher PERFEITA. Não chegue atrasada – Observação: Nem adiantada e nem atrasada, mas no horário certo – não fume, não beba, não fale demais, saiba cozinhar, falar bem, com doutorado e diplomas acadêmicos e milhares de coisas mais. Loucura meus leitores. Assim, ele não vai casar nunca.

O problema de Don piora quando uma jovem de 23 anos aparece em sua vida. Rosie é o nome dela. É uma jovem com mais dilemas pessoais do que já vi na minha vida. Ela não sabe quem é seu pai. Phil, o homem que a criou não é seu pai. Sua mãe disse que ele não era seu pai e assim Rosie começou a ter problemas de convívio com seu pseudos pai e com a maioria dos homens. Ela entra na vida de Don por acaso. Ele acha que ela vem por causa do Projeto Esposa, mas ela apenas fez uma aposta com o idiota do Gene e Don só descobre tempo depois quando eles estão juntos para no Projeto Pai para descobrir quem é o pai da Rosie. Eu sei, meus caros, é muito projeto nesse livro rs.

Eles começam a passar bastante tempo juntos. Nesse momento, eu amei Don. Ele não percebeu, mas Rosie era a “Mulher” e não uma candidata inadequada. Ela fizera que Don florescesse e mostrasse ser uma pessoa melhor. Um homem com sentimentos e com muitas qualidades. Não era inapto socialmente. Só sem conhecimentos para convívio social.

“ Alguma coisa, porém, tinha mudado dentro de mim, e consegui suprimir essa afirmação. ”

Don não percebe, mas está apaixonado por Rosie e ela também está gamada nele. Rosie aceita Don com suas maluquices e ama seu jeito rígido com seu tempo. Don não enxerga que o amor bateu em sua porta e que tudo que estava fazendo era loucura e sem sentido e só quem ama é capaz de fazer as loucuras que ele fez por Rosie. Ele se tornara outra pessoa, mas tinha que acontecer algum ruim...a falta de experiência social de Don fez com os sentimentos de Rosie fossem magoados e ela se afasta dele. Ele não enxerga o óbvio e crer com todas as forças que nunca casaria com uma mulher vegetariana, que fuma, que chega atrasada sempre e é imatura emocionalmente. O que Don não sabe é que o Amor tem sua lógica. Nunca ficaremos com quem parece conosco. Os opostos se atraem. Podem até se parece superficialmente, mas todos somos diferentes uns dos outros.

Atores para Adaptação de O Projeto Rosie.
Não concordo com as escolha dos Atores. 
Nenhum dos dois parece com Rosie ou Don.

O Projeto Rosie me conquistou plenamente me levando a um mundo de mudanças radicais e mostrando como os poetas ultrarromânticos já diziam: “ O Amor é a salvação para os seres humanos. ” Ou como o apóstolo Paulo nos diz em 1 Coríntios 13: “ Sem o Amor, eu não seria. ” Don é a representação humana de que que nossa necessidade essencial é Amar e ser Amado e tudo além disso é supérfluo. O Amor é salvador e redentor. Liberdade em forma de asas. Uma estrada caminhada não de forma solitária, mas com uma companhia essencial. O Amor é a ponte para o sentido de nossa existência.

Se eu recomendo O Projeto Rosie? Deixa eu pensar, Siiiiiiim! Mil vezes sim. Um romance redentor e simplesmente maravilhoso.



20 comentários:

  1. Ola lindona não sei se terei paciência para esse livro no momento, pois os personagens demoram a perceber os sentimentos, li muitos elogios a esse livro e a escrita do autor, quem sabe em outro momento eu leia. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  2. Oi. eu não curti a ideia do livro, li sua resenha até o final e que personagens malucos. Que casamento doido é esse, menina? Eu gostei de ler sua resenha, mas o enredo não é pra mim, esse ideal que o livro passa não me cativa muito.

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Minha melhor amiga tem este livro como o seu preferido e eu nunca questionei nem o motivo, estou aqui me arrependendo totalmente de não ter buscado mais informações, enfim gostei de toda história e do tal "projeto Rosie".
    Beijos, Maisa.
    Reino Literário Br

    ResponderExcluir
  4. Menina tenho esse livro e ainda não li! Agora quero!!!
    Adorei sua resenha, me instigou muito. Estou participando de um desafio literário e vou tirar ele da estante pra ler agora!
    Eu adoro personagens "doidos" e cheio de dilemas (quando bem construídos e trabalhados pela autora). Acho que vou gostar. Essa coisa de questionário me lembrou o Esposa 22, já leu? Eu adorei a leitura e se você não conhece vale a pena conferir.

    Quanto a Jennifer Lawrence eu realmente estou me cansando dela, kkkkkkkk.
    Nada contra, ela é incrível. Mas "todos" os filmes/notícia/especulações ultimamente tem sido com ela. Abre o leque pessoal! haha

    Vou ler e volto pra papear depois! ;)
    Beijos.

    http://www.escritacolorida.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá! Desculpe quem gostou, mas o enredo não me atraiu nem um pouco achei "tosca" a ideia do cara de criar um projeto de mulher ideal, sem contar no casal de amigos, quem vai aceitar um casamento assim?
    Bjin
    http://reinoliterariobr.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá!

    Eu li há algum tempo e amei! Simplesmente maravilhoso e o Don é uma figuraça! Gene e Claudia, apesar do matrimônio às avessas, também tem sua pitada cômica. E os atores não tem nada a ver com os personagens, teremos que esperar para ver como eles interpretarão.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi;
    Hum...acho que já citei que não sou fã de romances neh!? Estou lendo a trilogia Inferno de Gabriel, e já é minha cota de romances di ano. Kk.
    Ainda mais com personagens que nos irritam.
    Vou ficar aguardando uma próxima dica flor!
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  8. Oi linda, tudo bem?
    Gostei muito da história e o que me encantou principalmente foi por ser um romance que eu simplesmente AMO! Esse livro parece ser muito legal, a capa é perfeita. Adorei a sua resenha do livro, me deixou bem curiosa para ler e conhecer os personagens e também a escrita dele. Acho fundamental ver a sua opinião do livro pois isso diz muito em uma resenha, amei a sua, parabéns ;D
    Beijnhos
    http://followyourdreamalways.blogspot.com.br/2016/01/resenha-extraordinario-rj-palacio.html

    ResponderExcluir
  9. Oie,

    A sua resenha é a resenha mais completa que eu já sobre o livro e essa é a primeira vez que eu realmente fiquei interessada no livro, são muitos projetos em um livro só ahahah, são mesmos tenho que concordar é meio chato quando escolhem os atores diferentes das descrições no livro não é? Essa capa é muito linda, realmente eu quero ler esse livro.

    Bjs
    Mayla
    http://lendocomamay.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Joanice, realmente entendi bem porque você ficou dividida nos seus sentimentos em relação esse livro.
    Eu já estou detestando o Don, peloamorde.
    Com certeza não vou assistir a adaptação porque não gosto da Lawrence.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  11. Esse livro é maravilhoso! Ai que vontade de releeeer!

    Lali,
    Cantinho da Bruna

    ResponderExcluir
  12. OIii!

    Eu AMEEEEI esse livro. Primeiro porque foi uma das primeiras vezes que eu vi um homem narrando um romance desse estilo, eu achei o livro extremamente divertido e muito bem escrito *-* Quando eu fiquei sabendo do segundo livro, fiquei mega ansiosa!

    PS: Acho que não serão mais esses atores ><

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Já me falaram muito desse livro, na verdade indicaram, mas a sua resenha é a primeira que me apresenta tão bem explicado o enredo. Sempre que me indicavam esse livro era junto com A Probabilidade Estatística do Amor a Primeira Vista, eu achava que o enredo era parecido, mas agora não faço ideia de porque fazem isso haha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Oie, tudo bem? Sempre vejo o Don como o Sheldon Cooper, é literalmente complicado lidar com pessoas menos inteligentes, mas as vezes não fazemos por mal, é nossa maneira normal de agir. E quando chega alguém que derruba o muro que nos separa de tudo, nosso mundo parece virar um caos. Não é que não precisemos dos outros, as vezes nos sentimos melhor com tudo em "ordem". Gostei muito de sua resenha, parabéns! Beijos, Érika

    >> www.queroseralice.com.br <<

    ResponderExcluir
  15. Oi Joanice, eu li esse livro um tempo atrás e lembro que gostei muito, é uma história bem leve e divertida com um romance muito cativante, sempre que posso estou recomendando!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  16. Sei bem como é se sentir decepcionada por causa de um personagem idiota... rs... ainda bem que na página 120 o livro acabou te conquistando de vez. Um livro em que o amor é tão essencial não pode não ser bom. Tenho o meu exemplar, espero conseguir ler logo, me animei mais agora e vou me preparar para superar o início...hehe...

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  17. No começo da resenha senti que estava desanimando com você desse livro até o momento que você começou a falar super bem e eu aqui comecei a ficar super empolgada para ler esse livro! *o*
    Espero gostar tanto quanto você!!!!!!!!!

    Beijos e até logo! ;)
    https://worldofmakebelieveblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  18. Oiiie
    Muito legal a resenha e estou louca para ler o livro, tenho faz tempo e espero ler esse ano sem falta, que bom que curtiu a leitura

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Ei Joanice, tudo bem?
    Ao contrário de você, esse livro me conquistou desde o início, achei a história demais e o Don um personagem único. Também não concordo com os atores escolhidos, nada a ver mesmo.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura

    ResponderExcluir
  20. Olá,
    Já li algumas resenhas, umas negativas e outras positivas, mas sou daquela que prefiro ler para ter a minha própria opinião.
    Bjos

    ResponderExcluir

© Poesia que encanta a vida - 2016 | Todos os direitos reservados. | Tecnologia do Blogger