.1 de fev de 2016

[Resenha] Eu Estive Aqui - Gayle Forman

Titulo: Eu estive aqui
Autora: Gayle Forman
Editora: Arqueiro
Ano: 2015
N° de Páginas: 238

Sinopse:
Quando sua melhor amiga, Meg, toma um frasco de veneno sozinha num quarto de motel, Cody fica chocada e arrasada. Ela e Meg compartilhavam tudo... 
Como podia não ter previsto aquilo, como não percebera nenhum sinal? 
A pedido dos pais de Meg, Cody viaja a Tacoma, onde a amiga fazia faculdade, para reunir seus pertences. Lá, acaba descobrindo muitas coisas que Meg não havia lhe contado. Conhece seus colegas de quarto, o tipo de pessoa com quem Cody nunca teria esbarrado em sua cidadezinha no fim do mundo. E conhece Ben McCallister, o guitarrista zombeteiro que se envolveu com Meg e tem os próprios segredos. 
Porém, sua maior descoberta ocorre quando recebe dos pais de Meg o notebook da melhor amiga. Vasculhando o computador, Cody dá de cara com um arquivo criptografado, impossível de abrir. Até que um colega nerd consegue desbloqueá-lo... e de repente tudo o que ela pensou que sabia sobre a morte de Meg é posto em dúvida. 
Eu estive aqui é Gayle Forman em sua melhor forma, uma história tensa, comovente e redentora que mostra que é possível seguir em frente mesmo diante de uma perda indescritível. 


Gayle Forman me encantou com sua escrita e mostrou que um livro informativo pode sim alcançar seu objetivo e alertar sobre Depressão e Suicídio aos jovens e todas as pessoas em geral.

O enredo do livro é bem diferente de muitos livros de suspense. Ele deixa muitas informações sobre o suicídio de Meg na nossa cara. Outra diferença do suspense normal: Sabemos que Meg se matou e não há dúvidas sobre isso. A história circula em torno de porque uma jovem de 18 anos se matou e simplesmente não deu indícios que estava vivendo um inferno em sua vida e nem sua melhor amiga Cody sabia de sua situação tão alarmante.

" - Eu sei que todo mundo quer proteger minha inocência e tudo mais, mas minha irmã tomou veneno. É meio tarde demais para isso." 

Cody e Meg têm 18 anos e viviam numa cidade pequena e pacata que Cody apelidou de "Cu de Judas" porque fica distante de Seattle que é a cidade que sua amiga Meg fora estudar e onde ela tirou sua própria vida. As duas eram muito amigas, mas perderam o contato quando Cody entrou numa crise de identidade devido não ter alcançado o "sucesso" de sua fabulosa amiga linda Meg.

Temos aqui duas personagens bem problemáticas ao meu ver. Cody tem a mesma idade de Meg, mas sempre aceitara viver na sombra de sua amiga. Para Cody, Meg era uma estrela fabulosa e famosa na sua cidade. Todos amavam Meg e só aceitavam Cody porque ela vivia com a estrela do fim do mundo. Cody parece o Chris de Todo Mundo odeia o Chris. Ela é insegura e dona de um autoestima bem falha e mal consegue enxergar suas qualidades e simplesmente pensou que sua vida viraria uma desgraça porque sua amiga morrera.

" O silêncio se adensa, abrindo um abismo entre nós duas, ondulando como o calor que sobe do asfalto vazio."

Meg é uma personagem que passamos boa parte da narrativa sem saber ao certo quem ela era. Não é confiável traçar uma personalidade de alguém baseado em relatos de terceiro. Só sabíamos que ela era generosa e revoltada com qualquer injustiça. Uma revolucionária sem causa. Para mim Meg gostava de chamar atenção. Senti que ela tinha necessidade extrema de ter pessoas ao seu redor e tudo que fazia não tinha uma causa nobre e sim uma constante guerra interna e um caos que ela não conseguia controlar e que seus pais - Sue e Joe - escondiam de todos, até de Cody.

Cody não aceita que sua amiga se matara e vai atrás de provas que mostrem que ela fora "obrigada" a fazer aquilo. O ser humano sempre gosta de encontrar culpados, mesmo que as evidências mostrem que o culpado está na nossa frente.

" Uma chama voraz se originou-se de uma ínfima fagulha."

Na viagem de Cody a cidade de Seattle, ela encontra os "amigos" de Meg: Alicia que é uma jovem bem engraçada e divertida e que vira amiga de Cody, Richard Locão que é um cristão que adora fumar uma bela maconha rs e Ben McCastiller que é um cantor de rock que sua amiga era obcecada e que vivia perseguindo porque caíra na cilada de dormir com Ben. Ele viu isso somente como uma transa, mas para Meg fora algo mais. Eles se afastaram. Cody soube disso por emails de sua amiga para Ben e tirou a conclusão de Ben era culpado da morte de Meg.

" O perdão é o presente de Deus para nós."

Esse livro é informativo e não um suspense clássico. Gayle quis apresentar que existem comunidades na internet como a que Meg entrou chamada "Solução Final" que ajudam as pessoas a se suicidarem. Tem fóruns com dicas com melhores formas de se matar. Pessoas que dão conselhos e tudo mais. É aterrorizante, mas é real. Seres humanos ajudando outros a darem fins as suas "dores".

A morte de Meg parece que foi uma forma da vida de Cody mudar. Tudo que aconteceu deu um novo rumo a jovem. Ela se afastara da sombra de sua amiga e agora estava vivendo. Não era culpada da morte de sua amiga. Ninguém era. Sabemos o real motivo de Meg se matar somente no final do livro e eu nem tinha pensado na possibilidade. Boa aprendiz de Sherlock que sou rsrs.

Um livro que não foi criado para ser apaixonante, mas chocante. Não atenuante, mas gritante. Não uma história fictícia, mas com fundo real. Meg foi inspirada numa jovem que se matara quando Gayle estava estudando sobre suicídio e Cody é a representação das pessoas que desconhecem o real motivo que leva muitos jovens mundo a fora tirarem sua própria vida.

" Abro os braços para ele. E, como sempre acontece quando me permito ser eu mesma com Ben McCallister, medo é o oposto do que eu sinto."

Para aqueles que querem se aprofundar em uma leitura densa, mas viciante, recomendo Eu estive aqui e anseio que compartilhem as informações do livro com todos, porque o sofrimento intenso pode ser o fim de muitas pessoas.  




21 comentários:

  1. Olá Joanice :D
    Achei a premissa desse livro bem envolvente e que nos faz querer saber mais e mais sobre o desenrolar da estória.
    E esses quotes? Fiquei com muita vontade de ler <3
    Abraço
    http://interessantedeler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oie, achei bem interessante esse livro, vou dar uma procurada e quem sabe eu leia.

    Acredita que nunca li nada da Gayle!? Sério, to precisando ahauhauahu.

    ResponderExcluir
  3. Oi flor!
    Li esss livro.faz um tempinho. E não gostei tanto dele assim. Mas uma coisa você está certa ele aborda um tema muito sério sobre suicídio e esses grupos de internet. Existem grupos para incentivar outras coisas tão perigosas como a bulimia, anorexia. Realmente são coisas a qual devemos nos atentar e se preocupar.
    Quando a Cody fica de frente para com o cara e o pior vê que ele tem uma filha o sentimento de indignação é crescente neh?!
    Bj
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  4. Gente curiosíssima pra saber sobre as descobertas de Cody sobre os segredos de Meg. O tema é realmente pesado, e sempre me desperta curiosidade por ser uma situação difícil de entender.
    Vou buscar mais informações sobre o livro.

    Beijos.
    www.escritacolorida.com.br

    ResponderExcluir
  5. Nossa! Só leio resenhas ótimas sobre esse livro! Tenho muita vontade de lê-lo!!
    Parabéns!

    bjs
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. é muito importante levantar discussões a cerca dos assuntos que o livro aponta ( eu mesmo já procurei sites no estilo do Solução Final- não entres nesses sites ou grupos no facebook nem pro brincadeira). Gostei muito da proposta do livro e acho que pra mim seria uma leitura muito relevante.

    ResponderExcluir
  7. Olá minha amiga Jhow,

    adorei sua resenha, tenho esse livro, comprei tempos atrás no site da saraiva e está aqui me aguardando para ser lido, vou dar uma acelerada para começar a ler.

    www.sagaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Joanice, sua linda, tudo bem
    Já li algumas resenhas sobre esse livro, mas você me deu uma visão diferente. Concordo é assustador que existam esse tipo de grupo manipulando pessoas e as instigando a se matarem, pois definitivamente não podemos chamar a atitude deles de ajuda. tenho que elogiar a autora por ter feito do seu livro um veículo de denúncia, ela sim pode estar ajudando várias pessoas no mundo inteiro nesse exato momento, pois realmente, não temos como saber só olhando para quem está do nosso lado,que essa pessoa está sofrendo e precisa de ajuda. Sua resenha ficou ótima.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá!

    Eu li esse livro e concordo com tudo o que você disse. Me surpreendi com o rumo que a trama levou. Esse livro eu recomendo a todos que tem alguém que esteja passando por uma situação como a descrita no livro.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Linda resenha! Fiquei realmente curiosa sobre esse livro, eu já li Se eu ficar, mas algo me diz que esse conseguirá ser ainda mais emocionante, por se tratar de suicídio. Eu já tinha ouvido falar desses sites, fico me perguntando que tipo de psicopata entra nesses sites para incentivar pessoas que estão com problemas a se matarem.

    Bjs.

    http://delirioselivros.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi, Joanice
    Eu li recentemente o 'O que há de estranho em mim', o lançamento dela mais recente por aqui, e notei também que se trata de um livro-alerta, e não somente uma historinha para passar o tempo. Gostei muito!
    Quero ler esse outro dela. Não tava com muita vontade, mas agora percebi que deve ser muito bom.

    Beijo,
    João Victor - De cabeça para baixo | All pop stuff

    ResponderExcluir
  12. Oi, Joanice! Gostei muito da resenha! Sempre acreditei que quando um livro vem nos contar uma história, é sempre função do autor passar alguma mensagem positiva, seja ela qual for. Muito bom ver que Gayle Forman se atenta com isso. Abraços,
    http://chubbleeeu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Joanice, acho a ideia do livro bonita ao mesmo tempo que triste, mas até onde sei é bem típico da autora querer tocar seus leitores levando-os as lágrimas.
    Sou louca pra ler algo dela, mas ainda não tive oportunidade.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  14. Oiii!

    Esse foi um dos melhores livros que li ano passado.
    Acho que a autora pegou um tema bem pesado e com suavhdade. Eu adorei todos as informações que ela passou e acho que por atingir um público grande.

    Adorei a resenha!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  15. Oie, tudo bem? Faz um bom tempo que estou namorando este livro, sempre vou à livraria vejo na vitrine e não compro, acho que está na hora de trazê-lo pra casa. A história é simplesmente incrível e impossível não ser cativado por ela. Sua resenha ficou excelente. Beijos, Érika

    - www.queroseralice.com.br -

    ResponderExcluir
  16. Oie
    adoro a autora e quero muito ler outros dela, inclusive esse que tem um tema que me atrai muito e sua resenha me deioxu mais curiosa ainda, que bom que curtiu a leitura

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Olá,
    Ano passado meu ex me deu esse livro! Já tinha lido "Se eu ficar", gostei da escrita, mas não foi algo que me encantou! Concordo com cada palavra. Este não é apenas um clássico suspense. Confesso que quando terminei de ler fui na internet procurar se existe algum tipo de site aqui no Brasil, pois a Gayle despertou minha curiosidade. Não achei! Mas com certeza deve existir.

    ResponderExcluir
  18. Olá

    Que resenha bacana, o tema do livro é polêmico, pelo que vi em outros livros,não é todo autor,que consegue abordar esse tema, pelo que deu pra percebe na sua resenha a autora sobe fazer isso bem,nunca li nada da autora e acho que esse é o livro certo pra conhecer a escrita dela.

    Bjss

    ResponderExcluir
  19. Oi! Nossa, sua resenha foi uma das melhores que já li sobre Estive Aqui, ficou muito boa mesmo, parabéns! Tenho lido tantas resenhas sobre ele que fiquei muito interessada, pois acho um tema polêmico e que precisa ser abordado com mais frequência entre os jovens. E a escrita do Gayle e bem leve e consegue conduzir o leitor de forma incrível. Adorei! Beijos.

    www.eicarolleia.com.br

    ResponderExcluir
  20. Hello I'am Chris !
    I suggest you to publicize your blog by registering on the "directory international blogspot"
    The "directory" is 30 million visits, 199 Country in the World! and more than 22,000 blogs. Come join us, registration is free, we only ask that you follow our blog
    You Have A Wonderful Blog Which I Consider To Be Registered In International Blog Dictionary. You Will Represent Your Country
    Please Visit The Following Link And Comment Your Blog Name
    Blog Url
    Location Of Your Country Operating In Comment Session Which Will Be Added In Your Country List
    On the right side, in the "green list", you will find all the countries and if you click them, you will find the names of blogs from that Country.
    Imperative to follow our blog to validate your registration.Thank you for your understanding
    http://world-directory-sweetmelody.blogspot.com/
    Happy Blogging
    i followed your blog, please follow back
    Best Regards
    Chris
    ++++++++++++++

    Olá I'am Chris!
    Eu sugiro que você para divulgar seu blog, registrando em "blogspot internacional diretório"
    O "diretório" é de 30 milhões de visitas, 199 países do mundo! e mais de 22.000 blogs. Venha se juntar a nós, a inscrição é gratuita, só pedimos que você siga nosso blog
    Você tem um blog maravilhoso que considero ser registrado no Dicionário Internacional Blog. Você irá representar seu país
    Por favor, visite o link a seguir e Comente Seu Blog Nome
    Url Blog
    Localização do seu país de funcionamento No Comentário Sessão que será adicionada na sua lista País
    No lado direito, na "lista verde", você vai encontrar todos os países e se você clicar neles, você vai encontrar os nomes de blogs desse país.
    Imprescindível seguir o nosso blog para validar a sua registration.Thank pela sua compreensão
    http://world-directory-sweetmelody.blogspot.com/
    Blogging feliz
    i seguiu seu blog, siga de volta
    Cumprimentos
    Chris
    ++++++++++++++

    ResponderExcluir
  21. Oie,

    Eu também fiquei chocada com a leitura desse livro e em como a gente não conversa sobre um assunto tão real. Já conhecia a autora e gosto muito da sua narrativa; esse acabou virando um dos melhores livros que li em 2015.

    Bjs, @dnisin
    www.sejacult.com.br

    ResponderExcluir

© Poesia que encanta a vida - 2016 | Todos os direitos reservados. | Tecnologia do Blogger