.30 de mar de 2016

[Poema] Cartas Confidenciais


A brisa suave,
toca-lhe o rosto.
Mas,de tão angustiada
parece-lhe cortar a alma.


Alma desnuda
para o mundo.
Carne e viva.
Vida que faz gotejar.
Brisas do ar.
Não deixa-lhe andar.
Parece voar.
Para um segundo para descansar.
Porém o que deseja é sossegar.

Oh,profunda alma por que se abates?
Encontre nas mãos sublime do amor
o conforto para sua dor.
Sinta o seu próprio calor.
Não prolongue seu ardor.

Agora a brisa suave parece
o canto dos passarinhos.
Seres tão pequenininhos.

Pequena alma,
Grandes sonhos.
Seu desejo está em navegar.
Na arte de amar.
Que poucos podem tentar.



14 comentários:

  1. Olá Joanice, tudo bem?
    As vezes é bom ler um poema sim, e é por isso que gostei bastante de seu post. Você que é a autora? Se sim, parabéns as palavras estão em ótima sincronia umas com as outras. E claro que as mensagens também estão ali nas entrelinhas <3
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Oie, que lindo.
    ás vezes é bom a gente ler a sutileza e delicada de um poema. Qual alma não queria navegar por ai a procura de um amor ou simplesmente amar.
    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  3. Nossa que lindo, li mais de uma vez porque gostei muito mesmo!

    Conhecendo seu blog agora e já estou seguindo!

    Hey! Da uma passadinha lá no meu blog, ele está de cara nova >>>Andy Lima<<<

    ResponderExcluir
  4. Olá Joanice
    Gostaria eu de saber fazer poesia, acho tão difícil me expressar, imagina em rimas, achei o poema muito lindo, parabéns
    Beijos

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olha eu não sou chegada a poemas. Mas adorei este. Muito lindo e delicado. Se foi você que escreveu, está de parabéns está ótimo.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Que poema lindo <3, faz bastante tempo que não tinha contato com poemas e amei o seu, gostaria de saber me expressar desse jeito, parabéns pelo poema. :)

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oioi!
    Que lindo Joanice, gosto de peomas que rimam, nao sei se é brega ou feio, mas acho que deixa uma sonoridade linda ao ler.
    Parabéns pelo poema, gostei de verdade.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  8. Gente, eu amo poesia. E essa tá tão linda. Adoro essa "opção" (?) que você usou pra escrever. Parabéns. Espero que continue escrevendo.

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  9. Olá,
    Que poesia linda!!!
    Amei ter visitado seu blog e apreciar essa leitura leve e encantadora.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Olá!

    Que poema maravilhoso! Eu não curto tanto, mas admiro quem sabe fazer, é para poucos!

    ResponderExcluir
  11. Olá, Joanice.

    Começo dizendo que amei a ilustração. Amo borboletas, tanto, que quase coloco o nome do blog Livros e Borboletas. kk.

    Gosto de poesia, mesmo as vezes não conseguindo captar o significado, mas algumas poesias é para ser sentida, e isto é muito belo, e maravilhoso quando autor consegue nos fazer sentir algo bom ou triste na leitura. E eu sei como você é boa com palavras. Não sei o que está esperando para publicar um livro ( e olha que você tem cacique para todos os gêneros).

    beijos

    ResponderExcluir
  12. oi

    olha, que lindo!!! muito delicado!!! parabéns!!! e olha que eu não sou chegada à poemas...mas amei!

    bjs

    ResponderExcluir
  13. Oie!!!
    Gosto muito de poesia, apesar de lê-las menos do que gostaria. Acho inacreditável o poder das palavras quando organizadas da forma certa. Simplesmente amei Cartas Confidenciais, parabéns!
    bjs

    ResponderExcluir
  14. Poesia vida! Poesia é vida!
    Que lindos versos encontrei aqui! Muito bacana encontrar alguém que goste de escrever poesias. Fico muito feliz *-* Me encantei com seus versos flor! Desejo que sigas escrevendo cada vez mais!

    Abraço!

    ResponderExcluir

© Poesia que encanta a vida - 2016 | Todos os direitos reservados. | Tecnologia do Blogger