.28 de abr de 2016

[Resenha] Ligeiramente Maliciosos - Mary Balogh

Titulo: Ligeiramente Maliciosos
Autora: Mary Balogh 
Editora: Arqueiro
Ano: 2015
N° de páginas: 288

Sinopse:
Após sofrer um acidente com a diligência em que viajava, Judith Law fica presa à beira da estrada no que parece ser o pior dia de sua vida. No entanto, sua sorte muda quando é resgatada por Ralf Bedard, um atraente cavaleiro de sorriso zombeteiro que se prontifica a levá-la até a estalagem mais próxima. Filha de um rigoroso pastor, Judith vê no convite do Sr. Bedard a chance de experimentar uma aventura e se apresenta como Claire Campbell, uma atriz independente e confiante, a caminho de York para interpretar um novo papel. A atração entre o casal é instantânea e, num jogo de sedução e mentiras, a jovem dama se entrega a uma tórrida e inesquecível noite de amor. Judith só não desconfia de que não é a única a usar uma identidade falsa. Ralf Bedard é ninguém menos do que lorde Rannulf Bedwyn, irmão do duque de Bewcastle, que partia para Grandmaison Park a fim de cortejar sua futura noiva: a Srta. Julianne Effingham, prima de Judith. Quando os dois se reencontram e as máscaras caem, eles precisam tomar uma decisão: seguir com seus papéis de acordo com o que todos consideram socialmente aceitável ou se entregar a uma paixão avassaladora? Neste segundo livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh nos conquista com mais um capítulo dessa família que, em meio ao deslumbramento da alta sociedade, busca sempre o amor verdadeiro.



Não sei bem como iniciar essa resenha porque gostei demais desse livro e estou ansiosa pelos outros três livros da série. Antes de mais nada, eu iniciei a leitura da série Os Bedwyns fora da ordem correta, porque Ligeiramente Maliciosos é o livro dois. Não recomendo isso, mas eu amei essa capa e queria esse (coisa de criança eu sei rsrs)


Judith Law(lembrei do ator Jude Law) é uma das filha de um rigoroso e severo pastor e sempre sonhou em ser uma atriz de sucesso, porém sendo uma dama e vivendo numa sociedade que se escandaliza com uma pequena parte da pele da perna amostra, imagine se tornar uma mulher que interpreta vários papéis e usa seu corpo como arte. Então, a jovem aceita seu destino sem brigas.



" Não conseguia suportar a realidade: seu sonho roubado fora arruinado para sempre."

Ela está se encaminhando para casa de sua tia a Sra. Effingham que é uma mulher chata e gananciosa que anseia que sua linda filha Julianne se case com um homem nobre e muito rico. Judith será escrava nas mãos de sua tia, todavia aceita esse castigo para que suas irmãs não sofram com esse destino cruel.

Na sua viagem de carruagem até seu destino cruel ela sofre um acidente e é resgatada pelo imponente Ralf Bedard que descaradamente flerta com ela. Nesse momento Judi decide interpretar um papel. Ela agora é Claire Campbell, uma atriz famosa e segura que está fugindo dos fãs e tem muitos admiradores. Ralf se encanta por ela e sua atração é inegável por aquela mulher mais linda do que ele já viu na vida. Judith/Claire é branca como a neve, olhos verdes esmeralda, alta e cabelos da cor do pôr-do-sol. Uma beleza magnífica e irresistível.

Sem medo e censuras, Judith se entrega a Ralf e sente-se completa e admirada. Com ele, ela pode ser aquela jovem sonhadora e com um talento inegável para o teatro. Ela era dele, mas tudo terminaria quando ela contasse quem ela era de verdade. Porém isso não importava. Ela era outra mulher e estava sendo tomada por um homem lindo e que a achava linda, mas o Destino sempre é cruel e impetuoso e fará que o sentimento que nasceu nessa noite de amor torne-se raiva e rejeição em ambos.


" Os Bedwyns tinham a reputação de serem indomáveis, arrogantes e até mesmo frios."


O dia amanhece( depois de duas noites juntos) e Claire(Judith) foge de Ralf. Deixa um bilhete pedindo perdão, mas teria que partir dali. Ralf sente-se usado. Fora só mais um nas mãos de uma mulher maravilhosa. O que Judith não sabia é que Ralf na verdade é lorde Rannulf Bedwyn e está prometido para casamento com sua prima Julianne.

O Destino coloca a verdade de frente para os dois e quebra seus corações. Tudo fora mentira, mas o Amor nasceu naquela noite, todavia os contratos sociais nunca permitirão que uma jovem pobre e com um irmão que destruiu todo o patrimônio de sua família se case com um homem nobre e muito menos se esse nobre for irmão do Duque de Bewcastle que é um homem arrogante e altamente severo com o nome de sua família.

" Mas, quando se pôs a caminho de casa, os pés de Judith estavam tão pesados quanto seu coração."

Judith se sente inferior perto de Rannulf, porque é pobre e não quer atrapalhar os planos de sua tia e prima e deve ser ajudante de sua avó que já está bem doente e fora uma atriz de sucesso no passado. Judith nunca se achou bonita, porque seu pai fizera acredita que a beleza dela era uma maldição. Ela era linda. Alta, seios fartos e cabelos tão belos quando o pôr-do-sol, mas crescera escondendo-se atrás de roupas discretas e os cabelos escondidos debaixo de toucas e somente Rannulf mostrara que ela era uma mulher exuberante.

" Sempre fora um fardo muito pesado ser a feia da família."

Os acontecimentos seguintes só pioram a situação dos dois. Judith não acredita em si e nãos sabe como salvar sua família da pobreza e nem como pode sonhar em casar com um lorde. Rannulf cheio de dúvidas e preconceitos que o tempo serão destruídos com a série de descobertas que mudarão nosso jovem sem pretensões de grandeza.

" - É por que você é tão linda, Judith, e Louisa sempre teve medo de seu tipo de beleza."

Um romance delicioso  e bem construídos. Personagens bem aprofundados e acontecimentos esclarecidos desde seu acontecimento até seu desenrolar final. Um detalhe épico desse livro é a delicadeza da retração dos sentimentos dos personagens. Conhecemos melhor do que eles se conhecem. Torcemos por eles. Choramos com eles. Gritamos com suas burrices e vibramos com suas conquistas.

Judith é uma epifania de coragem e renúncia. Uma romântica em suas atitudes e uma jovem de força e nobreza. Rannulf é um jovem que descobrirá suas qualidades e anseios com muito sofrimento e o contato com Judith que lhe mostrará a essência de se importar com os outros.

Estou ansiosa para ler Ligeiramente Casados e Ligeiramente Escandalosos que são tão sensacionais como esse(pelas resenhas que li) e a Arqueiro lançou Ligeiramente Seduzidos que completa a série Bedwyns.

Um livro sobre conceito de beleza, um amor libertador e sem preconceitos. Um enredo desconstruidor de preconceitos e apaixonante.


20 comentários:

  1. Oi Joanice, tudo bem?
    Eu já li esse livro e sou suspeita para falar, pois amo a escrita da autora e estou ansiosa para conferir mais livros dela. Fico feliz que você também tenha curtido a leitura e te desejo ótimas experiências de letras nos próximos.
    beijos, Fernanda

    ResponderExcluir
  2. Oi , vamos combinar que a Arqueiro só lança livro maravilhoso e como a pessoa aqui é alucinada em romance e vi que você também gostou do livro , fui lendo sua resenha e já pesquisando o valor do livro por que preciso dele urgentemente ♥

    ResponderExcluir
  3. Oiii Joanice, tudo bem?
    Infelizmente não tenho muito interesse nesse tipo de livro, já tentei uma vez e não consigo me agradar de nenhuma maneira, porém gostei muito da sua postagem <3
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Oi, já li resenhas sobre essa série e como já disse, esses livros não me cativaram, e esse não é diferente, já que ele me remete a romances de banca que já li, então parece ser mais do mesmo, e não curto romances de epoca, então passaria a dica. Ótima resenha.
    bjus

    ResponderExcluir
  5. Olá,

    Eu só li o primeiro livro e gostei tanto. Romances de época sempre me ganham sério, eu só não vou dar continuidade a série no momento pois estou com muitas leituras atrasadas, mas fico feliz que você tenha gostado do livro.

    Abraços
    colecoes-literarias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Sou louca pelas capas desta série, já li muitas resenhas e muitas pessoas falam muito bem.
    Ainda não tive a oportunidade de ler, mas pretendo ler este ano ainda!

    Adorei os quotes! ;)
    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Já conhecia esse livro e apesar de ter lido algumas resenhas sobre ele, minha primeira impressão não foi muito boa, já que esse tipo de livro não me atrai (não sou muito fã de romances), mas acho que sua resenha despertou um pouco da minha curiosidade sobre ele. Não sei se é um livro que eu leria, mas fiquei intrigada.
    Adorei a resenha *-*

    ResponderExcluir
  8. Ooi! Confesso que parei de ler o livro assim que o homem não soube que ela era virgem depois de terem se relacionado. Gente, como é que ele não soube?! Ainda que a tratou bem rudemente. Eu não sei se irei retomar a leitura, porque também um fator de eu ter deixado a leitura fora a escrita da autora, que não me prendeu muito, sabe?
    Beeijos e parabéns pela resenha!Beeijos e parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  9. Oi Jo, sua linda! Tudo bem?
    Adorei a resenha e saber que gostou tanto do livro! Não começou pelo primeiro, mas começou com o pé direito hein! hahaha Também já fiz isso!
    Ultimamente tenho me encantado bastante com romances de época, e por isso sempre procuro novas indicações. Portanto já anotei a sua! Espero ter a oportunidade de ler esses livros logo e me deliciar com eles.

    Beeeeijos
    http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Jo!
    Menina, acho que eu não tinha comentado nada aqui ainda, mesmo passando sempre pra ver o que tá rolando por aqui! Tô em falta com os comentários ultimamente... mas cá estou! Seguindo e comentando! Te espero lá no PPP tb, rs!

    Então.
    Eu adoro romances de época por, na maioria das vezes, termos mocinhas que lutam pelos seus ideais e por sempre prezarem tanto a família. E olha que não sou fã de romances, hein. Mas os de época sempre têm tantas coisas envolvidas e todas, quase sempre, tratando-se de problemas relacionados à sociedade e todos seus preconceitos e tals...
    Adoro!
    E adorei a sua resenha! Quero muito ler essa série!

    Beijos!
    Fabi Carvalhais
    Pausa Para Pitacos | Participe do TOP COMENTARISTA | Promoção PQ SIM!

    ResponderExcluir
  11. Oie
    não sou fã de romance de época mas espero poder da uma chance mais pra frente, o enredo está muito legal, ótima resenha

    BEIJOS
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oiee

    Essa série é apaixonante!!
    Eu já li três e por enquanto o Ligeiramente Casados é o meu favorito!
    Legal vc ter se encantado tb. Não deixe mesmo de ler os outros.
    Adorei sua resenha!

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Sua resenha está maravilhosa, rica de detalhes sem decifrar o fim, porém não é um livro para minhas leituras no momento.
    Espero poder ter uma oportunidade de ler.
    Beijos
    http://casinhadaliteratura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. hahaha

    amei "eu amei a capa e queria esse" que fofa!!!!

    sua resenha está lindíssima, e eu que já queria ler, agora quero mais ainda...na ordem certa!!!

    hehe

    bjs

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bom?
    Bem, esse é o meu livro favorito da série até agora, então fico muito feliz que você tenha gostado tanto dele! O casal é muito amor e a história deles arranca uns bons suspiros, não é mesmo?! rs Enfim! Adorei a resenha e espero que continue lendo a série, que é ótima!

    Beijos!
    @PollyanaCampos
    Entre Livros e Personagens

    ResponderExcluir
  16. Caramba!! Também lembrei do ator!!!
    hahahaha. Adoro o Jude Law! Agora, esse é o livro dois? Você fez uma ótima resenha. Adorei e fiquei curioso. Confesso que sou muito rigido quando o assunto é Romance. Mas, procurarei mais sobre o livro.
    www.sonhosemtinta.com.br

    ResponderExcluir
  17. Hahahaha Ri muito quando você falou que gostou da capa e queria esse, mesmo não sendo o primeiro! Essas capas são maravilhosas!
    Já vi várias resenhas dessa série e a cada uma fico com mais vontade de lê-los, adoro romances de época, mas estou tentado diminuir a quantidade de livros parados na estante, quero ver se consigo comprar livros agora só na bienal, já estou fazendo a listinha de compras para o evento e essa série já está lá!
    beijão

    ResponderExcluir
  18. Olá Joanice, tudo bem?

    Romances melosos não é o tipo de enredo que me atraem, mas de qualquer maneira conheço pessoas que gostam e com certeza irei indicar “Ligeiramente Maliciosos”. Parabéns pela resenha e pelo blog.

    Beijos,
    Gabriel Albuquerque

    ResponderExcluir
  19. Essa é uma das séries que mais tenho vontade de iniciar a leitura, mas até agora o tempo corrido não cooperou. Mas tenho certezaq que esse ano eu começo e termino todos os livros. Parabéns pela resenhas!!

    Beijos.

    ResponderExcluir

© Poesia que encanta a vida - 2016 | Todos os direitos reservados. | Tecnologia do Blogger