.19 de set de 2016

[Resenha] Quando Ela se foi - Harlan Coben

Título: Quando Ela se foi - Série Myron Bolitar #9
Autor: Harlan Coben
Editora: Arqueiro
Ano: 2011
N° de páginas: 256

Sinopse:
Dez anos atrás, Myron Bolitar e Terese Collins fugiram juntos para uma ilha. Durante três semanas, eles se entregaram um ao outro sem pensar no amanhã.
Depois disso, eles se reencontraram apenas uma vez, quando Terese ajudou Myron a salvar seu filho. E ela foi embora, sem deixar vestígios.Agora, no meio da madrugada, ela telefona: “Venha para Paris”.
Terese pede a ajuda de Myron para localizar o ex-marido, Rick Collins, que telefonara depois de anos implorando que ela o encontrasse em Paris. Eles logo descobrem que Rick foi assassinado e que Terese é a principal suspeita do crime.
Mas algo ainda mais atordoante é revelado: perto do corpo havia longos fios de cabelo louros e uma mancha de sangue que o exame de DNA revelou pertencer à filha do casal. Só que sua única filha morrera em um acidente de carro muitos anos antes.
Logo Myron se vê perseguido nas ruas de Paris e de Londres. As agências de segurança de quatro países parecem querer as mesmas informações de que ele precisa para desvendar a morte de Rick e o destino da filha que Terese pensava ter perdido para sempre.
Um dos autores mais premiados e lidos no mundo, Harlan Coben traz uma nova história com o carismático Myron Bolitar em uma busca frenética por três continentes.
Em uma busca desesperada, Coben cria um mundo de armadilhas imprevisíveis em que conflitos religiosos, política internacional e pesquisas genéticas se mesclam a amizade, perdão e a chance de um novo começo.

“ O homem planeja, Deus ri. ”

Harlan Coben sem sombra de dúvida tem um talento nato para criar suspenses de tirar o fôlego de qualquer leitor desavisado das construções de seus enredos e personagens.

''Quando ela se foi'' é um dos livros que compõem a série Myron Bolitar que fala da vida do ex astro de basquete em Nova Jersey. Myron tem 40 anos e leva em seu coração marcas de uma carreira que não deu certo. Não conseguirá ingressar na Liga de Basquete dos EUA devido uma lesão gravíssima que impossibilitou seu joelho esquerdo de suportar a intensidade de uma vida de jogador de basquete. Após essa carreira relâmpago do grande Myron, ele segue a vida e se forma em Direito em Harvard e perde contato com seu irmão mais novo: Brad. Eles brigaram quando Brad estava na faculdade e o jovem fora embora com sua namorada – Kitty – para viver uma vida nômade pelo mundo ajudando pessoas e fugindo das brigas familiares.

Passam-se diversos anos após tudo isso e Myron agora tem a MB Representações, uma empresa de representação de atletas e artistas e nosso ex campeão trabalha juntamente com a hilária Big Cindy, a forte e impetuosa Esperanza e mulherengo e amigo inseparável Win. Tudo está normal e a vida segue de forma comum para Myron até que sua antiga affair Terese Collins liga pedindo para que ele largue tudo que está fazendo e vá para Paris. Ele pensa e acaba, pois sempre fora completamente apaixonado por Terese, mas nunca soube se ela corresponde ao seu sentimento. Fazem 9 anos que eles não se falam e algo muito terrível aconteceu para Terese o procurasse.

“ Há momentos na vida que sentimos frágeis demais, com um silêncio, um vazio por dentro. Pois era assim que estávamos agora, Terese e eu. ”

Em Paris descobrimos que o passado veio assombrar Terese. Seu ex marido fora assassinado e há indícios que a filha – fruto desse relacionamento – estava viva. Mas como? A filha de Terese morrera num acidente de carro causado pela mesma quando a garota tinha 9 anos de idade. Por que essa dor parecia perseguir Terese? Será que por algum milagre o Criador resolvera dar uma segunda chance a Terese? Myron não acredita nisso e começa a perceber que a morte do ex marido de Terese e outras pessoas próximas estão relacionando a algo maior do que ele imagina. Então, Terese corre perigo e ele nunca permitirá que algo machuque sua amada.


Myron e Terese vivem uma relação mais profunda com a proximidade e algo dito por ela abala o seu coração. O que será que Terese disse a Myron? Por que após 9 anos essa mulher resolveu voltar para a vida tranquila de Myron e trazer à tona aqueles dias que os dois passaram juntos no Caribe se amando e esquecendo suas dores e perdas?

''Quando ela se foi'' é o um romance-suspense carregado de emoções turbulentas e violentas. Pensamos que não teremos tantas reviravoltas e Coben trabalha com profunda sabedoria e acaba nos revelando planos maiores e tragédias inimagináveis aos nossos personagens.

Myron é um homem inseguro e completamente certinho e pronto para ajudar. Nunca diz não e simplesmente não ter feeling para compreender a hora de ser mais “malandro” do que politicamente correto. Terese é uma mulher intensa e muito magoada. Não consegue se perdoar devido ao acidente que causou a morte de sua filha e que causou seu isolamento do mundo e distanciamento de Myron e somente com a sua chegada o coração dela se sente seguro e vivo e plenamente pronto para amar e ser amado. Win, amigo de Myron é um homem forte, poderoso e violento. Sempre está pronto para defender seu amigo e não mede esforços para proteger quem ama e vive do lado de Esperanza que é sócia de Myron e quase uma irmã mais velha para seu sócio.


Uma capa que traduz toda a essência do enredo desse livro aliado à personagens fortes e determinados a romper com seu passado e lutarem para serem felizes. Um livro que super recomendo para quem gosta da escrita de Halan Coben.


4 comentários:

  1. Oiii Joanice, tudo bem?
    Menina eu nunca tive oportunidade de ler algum livro do Harlan e confesso que esse me vi prendida do início ao final, parabéns pela resenha e dica super anotada, além do mais amei essa capa.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Oi, Jo!
    Eu preciso dizer que não sou fã de Harlan. Eu tentei algumas vezes, mas sempre acho os personagens chatos. E tem horas que eles são super burros. Acho que sou uma das únicas que não gosto do autor :)
    E essa série é enorme, né?!

    ResponderExcluir
  3. Olá, gente Harlan tem tanto tanto livro que as vezes fico até com vergonha de nunca ter lido, mas isso é em função do gênero que ele se encaixa. Não sou muito fã de thriller e nesse momento não tenho tempo de descobrir novos gostos dentro dos livros. Adoro quando as pessoas falam bem do livro dele mesmo sem conhecer. Dica anotada e ótima resenha.
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi, Joanice.

    Eu já sei que Harlan é sensacional só por vocês falarem nele. Acompanho todas as resenhas dos livros do autor. Mas não sei o que acontece, não tenho vontade de ler nada dele. Mas sempre acho interessante como cada obra consegue conquistar o leitor de uma maneira e passar um sentimento. E que ele continue escrevendo tão bem. haha. Boas Leituras.

    ResponderExcluir

© Poesia que encanta a vida - 2016 | Todos os direitos reservados. | Tecnologia do Blogger