.14 de nov de 2016

[Resenha] O Herói Perdido - Os Heróis do Olimpo #1

Título: O Herói Perdido #1 Os Heróis do Olimpo
Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Ano: 2011
N° de Páginas: 440
 
Sinopse:
Novos e conhecidos personagens do Acampamento Meio-Sangue dividem espaço nesse primeiro volume da série Os heróis do Olimpo. Rick Riordan volta ao universo de Percy Jackson e os Olimpianos com ainda mais aventuras, humor e mistério.
Depois de salvar o Olimpo do maligno titã Cronos, Percy Jackson e seus amigos trabalharam duro para reconstruir seu mais querido refúgio, o Acampamento Meio-Sangue. É lá que a próxima geração de semideuses terá de se preparar para enfrentar uma nova e aterrorizante profecia.
Os campistas seguirão firmes na inevitável jornada, mas, para sobreviver, precisarão contar com a ajuda de alguns heróis, digamos, um pouco mais experientes - semideuses dos quais todos já ouvimos falar... e muito.



O Herói Perdido inicia a série Os Heróis do Olimpo apresentando um Acampamento Meio-Sangue reconstruído após a batalha contra os Titãs. Um lugar com semideuses mais maduros e sobreviventes dos massacres anteriores e superando grandes perdas.

Jason acorda atordoado com sua cabeça num colo de uma jovem lindíssima de olhos indecifráveis, mas algo está estranho: Ele não lembra seu nome e muito menos o que faz ali e que são aquelas pessoas.

“Nada dura para sempre, nem mesmo as melhores máquinas.  E tudo pode ser reciclado. ”

Tem um garoto latino do seu lado, hiperativo, confiante e que parece adorar fazer gracinhas com o treinador da Escola da Vida Selvagem e ele fala com Jason como seu o conhece bem. O Filho de Zeus não sabe quem são essas duas pessoas que estão sorrindo com ele. A primeira se apresenta como Piper Mclean e o engraçadinho se chama Leo Valdez e não acredita que Jason não sabe seu nome e nem que eles são.


Eles estão viajando para conhecer o complexo do Grand Canyon e quando chegam lá a verdade é revelada para todos: Piper, Leo e Jason são semideuses e lutam ao lado do treinador Hedge – leia-se sátiro -  contra os monstros que estão atrás de Jason, mas por que querem tanto Jason? Por que eles falam que ele derrotou um grande titã? Quem será Jason Grace?

Eles são resgatados por Annabeth e outro semideus e levados ao Acampamento Meio-Sangue e ao chegarem ao local muitas verdades vem à tona. A primeira: Piper é filha de Afrodite e vai arrumar muitas brigas no seu Chalé com sua meia-irmã; Leo é filho do habilidoso Hefesto e isso explicaria seu talento para criar coisas e Jason é filho de Júpiter. Isso mesmo! Filho de Zeus, só que na forma romana. Mas como isso é possível? Só lendo para saber rs.

“ [...] o amor é o maior motivador do mundo. O mais poderoso. Leva os mortais a fazerem grandes coisas. Seus atos mais nobres e grandiosos são impulsionados pelo amor. ”

O enredo desse primeiro livro da série dos Heróis do Olimpo se passa no desaparecimento de Percy Jackson e que faz Annabeth ficar bem desnorteada sem seu namorado, o aparecimento súbito de Jason no ônibus da escola da Vida Selvagem, os poderes misteriosos de Piper e Leo e a revolta de um grupo de titãs mais poderosos do que Chronos.


Jason Grace é um semideus diferente dos demais, porque fala os nomes dos deuses e lugares antigos em romano e não na forma grega. Não sabe da onde veio e nem como foi parar ali. Ele gosta de Piper, mas não sabe se da forma como ela o ama. Ele descobre que é irmã de Thalia, porém não sabe o propósito de seu surgimento naquele lugar. Apenas Hera sabia o propósito disso tudo, mas se recusava a contar.

“ Linda, inteligente e violenta. Jason adoraria lembrar que aquela era sua namorada. ”

Piper Mclean é a filha de um ator superfamoso, porém esconde isso de todos, porque seu pai pouco dar atenção a ela e nunca contou a verdade sobre sua mãe. Ela tem problemas em confiar em si mesma e apenas quando sai numa missão com Jason – seu grande amor – e Leo é que desenvolve seu autocontrole e seus poderes tornam-se nítidos para ela.

Leo Valdez é um jovem sofrido que perdeu sua mãe de forma precoce e sempre teve visões de sua antiga babá que na verdade era Hera ajudando o garoto a se preparar para os desafios que ele enfrenta agora. Ele é inseguro e tem medo de se apegar as pessoas, pois acredita que a qualquer momento pode perde-las.

“ Siga em frente – era esse seu lema. Não fique remoendo o passado. Não fique no mesmo lugar por muito tempo. É a única forma de vencer a tristeza. ”

Annabeth está transtornada nesse livro e pouco aparece de forma equilibrada nas cenas, porém serve como poço de conselhos para os recém-chegados Piper, Leo e Jason.

Os deuses estão calados, porque Zeus – leia-se o Chato e Prepotente – acha melhor não responder seus filhos ou os humanos para não dar chance aos inimigos – leia-se um titã MUITO PODEROSO e gigantes.


Nesse livro vemos a mitologia romana ser introduzida a já conhecida mitologia grega de forma bem equilibrada e explicativa. Conhecemos a forma como os deuses se apresentavam para os romanos, o jeito como governam – que era bem cruel comparada à grega – e como seus filhos são reclamados.

Rick amadureceu os personagens, assim como percebemos uma maior profundidade em sua escrita e a escolha certeira em narrar os fatos sob a perspectiva de diversos personagens e em terceira pessoa, porque conhecemos mais sobre cada um.

Confesso que gosto de todas as capas dos livros de Rick porque combinam com o enredo e são um verdadeiro spoiler rs e a diagramação me agradou muito.

O Herói Perdido abre a série Os Heróis do Olimpo apresentando novos heróis que fazem parte da Grande Profecia dos Sete aliando-se aos já conhecidos semideuses, mesclando mitologia grega à romana com uma pitada de romance e muita aventura.



2 comentários:

  1. Essa saga foi uma das melhores que li. Tanto que eu não consegui me desligar e já comprei o novo livro do autor, As profecias de Apollo.
    Lendo sua resenha, senti até saudades de ler os livros, já que faz mais de 1 ano que os li.

    Beijos,
    Blog Gaby DahmerFanpageInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  2. Oi, Jo!
    Menina, eu sou cria de Zeus, mas realmente ele é bem chato e arrogante hahahahha
    Eu gostei bastante desse livro. Como não gostar de alguma coisa do Riordan?
    Leia o de Apolo! Tu vai morrer de rir com ele.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção de seis anos de Caverna Literária

    ResponderExcluir

© Poesia que encanta a vida - 2016 | Todos os direitos reservados. | Tecnologia do Blogger