.24 de jan de 2017

[Resenha] O Caminho das Estrelas – Vera Lúcia Marinzeck

Título: O Caminho das Estrelas
Autora: Vera Lúcia Marinzeck
Editora: Petit
Ano: 2016
N° de Páginas: 256


Sinopse:
O caminho das estrelas, novo romance do Espírito Antônio Carlos, psicografado por Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho, conta a história de Lenita, que desencarna ainda adolescente por causa de um câncer. Ao acordar na ala dos jovens no hospital da colônia Aprendiz do Amor, perdida entre as lembranças da vida encarnada, lembra-se de sua mãe lhe dizendo: Filha, quando você morrer, irá para o céu morar numa estrela.... Mas agora, na realidade da nova existência, busca compreender sua condição. O começo é difícil, pois seus familiares se desesperam e choram, afetando-a de forma negativa. Tudo muda quando os familiares de Lenita recebem um importante auxílio: o livro Violetas na janela. Após a leitura, eles passam a agir de modo diferente, enviando-lhe vibrações positivas. Ela pode, então, sentir-se tranquila.



O Caminho das Estrelas é um livro que me ensinou muito sobre Espiritismo, Reencarnação e amor.
Lenita é uma adolescente de 16 anos que faleceu após anos sofrendo com leucemia e acorda num quarto todo branco que é compartilhado com outra jovem. Ela não se lembra daquele lugar, só sabe ter visto uma luz branca e depois mais nada.

Após anos de sofrimento e a perda de sua mão esquerda e posteriormente grande parte de seu braço esquerdo, ela acorda completamente bem sem dores e com seu braço esquerdo perfeitamente bem! Mas como isso era possível? Ela tinha falecido na terra e seu espírito tinha voltado para a Colônia que é um lugar onde espíritos descarnados vão para se adaptarem ao mundo espiritual e após essa etapa integrarem as atividades que quiserem exercer para ajudar outras pessoas que subirem ao plano espiritual.
“Porque a luz é incontaminável, ela pode penetrar em todos os lugares sujos, impuros e continuar límpida. Nós tentamos ser puros no meio de impureza e não nos contaminar.”
Marcella que é a jovem que compartilha o leito com Lenita também fora descarnada e vive dormindo, porque quando entes queridos lamentam pela morte deles acabam mandando energias que prejudicam sua adaptação à Colônia e para evitar sofrimentos desnecessários, os espíritos são induzidos a adormecer até seus parentes pararem de lamentar. Lenita ainda escuta sua mãe chorando amargamente pela sua perda e sente incômodos constantes que perturbam seu progresso ali e adiam seu plano de ir para a Escola para aprender a levitar e obter conhecimentos em alguma área para ajudar outros espíritos.


Como a situação dos parentes de Lenita e Camila – a nova hóspede da Colônia – não parecem não superar a morte de ambas, uma doce senhora é chamada para encontrar meios para fazê-los entender que a morte é algo natural e sempre tem hora para acontecer, porque todos os espíritos escolhem sua hora de reencarnar e de retornar ao plano espiritual. A experiente senhora visita a casa de ambas as meninas e trabalhar com outros espíritos que vivem no plano físico e consegue acalmar os entes queridos das meninas através do livro Violetas na Janela do espírito da jovem Patrícia e assim conclui sua missão ali.

Camila e Lenita sentem-se fortes e adaptadas e levadas a Escola e percebem que vão contribuir muito naquele lugar e sentem que devem sua recuperação ao espírito da Patrícia e juntos com outros amigos vão em buscar dela para agradecer por tudo e sabe mais sobre ela e o mundo espiritual.

O livro é uma narrativa linear e cativante – principalmente para mim que tenho curiosidade sobre a temática – que traz conhecimentos e informações sobre diversas temáticas, mas se aprofunda no Plano Espiritual e suas divisões.
“Quando melhoramos a casa que vivemos, melhoramos para nós e para todos que nela habitam. Nossa casa, lar, é a Terra.”
As Colônias são lugares de recuperação e adaptação dos espíritos com sua nova realidade. Um espírito pode reencarnar quantas vezes for necessário para evolução espiritual alcançando novos ensinamentos a cada passagem pelo plano físico, mas pode se desviar desse propósito e viver uma vida imoral e fora de sua missão, assim seu retorno será dado por muito sofrimento e encaminhamento para o Limbo, onde será tratado para reintegração sadia ao mundo espiritual, porém isso é uma escolha pessoal e há espíritos que preferem a “sujeira” a pureza do local onde estão.

Há explicações sobre porque sofremos em nossa forma encarnada que seria como uma forma de punição escolhida pelo espírito por erros grotescos em seu comportamento em alguma vida passada que é o caso de Lenita que em outra encarnação fora uma mulher de caráter vil e que provocou destruição em sua família.


A obra é uma leitura deliciosa e cheia de ensinamentos muito válidos que podem ajudar muitas pessoas a entender que a morte é um acontecimento natural para a Humanidade e necessário para o entendimento que nossas vidas são finitas e que há necessidade fundamental que sejamos bons e diferenciais aqui.

O Caminho das Estrelas é uma narrativa envolvente e indicada para aqueles que desejam adentrar ao mundo espiritual pelo olhar do Espiritismo. 




16 comentários:

  1. Oi Jo!
    Achei linda a resenha e o livro e super me interessei pela história da Lenita!
    Achei bastante legal o conceito de Colônia e super quero ler mais a respeito!
    Bj

    ResponderExcluir
  2. A capa do livro é linda ♥
    Infelizmente, não curto mt livros espíritas então vou passar a dica, mas fico feliz que tenha gostado da leitura ♥

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Adoro livros espíritas.
    Acho a capa de O caminho das estrelas linda e fiquei curiosa para conhecer a obra.
    Pela sua resenha parece ser bastante reflexiva e de certo modo, cativante.
    Gostei muito dos pontos que você ressaltou.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Oiii Joanice, tudo bem?
    Fiquei apaixonada pela sua resenha e as fotos que ficaram lindas menina! Quero muito um dia ter a oportunidade de ler um livros desses, além do mais a história aprece ser bastante envolvente.
    Beijinhos da Morgs!

    ResponderExcluir
  5. Oie!
    Eu ainda não tive oportunidade de ler o livro, mas fiquei empolgada com a leitura.
    O colunista do blog já fez a leitura, e gostou bastante do título.
    Uma ótima dica!
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  6. OiiI!

    Eu não conhecia esse livro, mas fiquei empolgada pela sua resenha!
    Confesso que não sou muito fã de livros que tratam o espiritismo, mas fico feliz que tenha sido uma boa leitura para ti! As fotos estão lindas demais!



    Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. OI Joanice, eu li muitos livos espíritas e estudei bastante a religião. Hoje já estudo outras coisas, mas é bem assim que acontece como você retratou no livro. Eu adorava as leituras que fazia porque a gente aprende um monte e são bem motivadores.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.blogandolivros.com

    ResponderExcluir
  8. Olá, como vai? Moça que resenha bacana, você passa muita verdade nela e eu gosto disso, e suas fotos também sao bem bonitas e chamam atenção. Sobre o livro, o tema não é algo que me interesse, mas achei que seria uma otima leitura para que o curte!

    www.memoriasdeumaleitora.com.br

    ResponderExcluir
  9. Olá,

    Essa capa é bem bonita, e como gosto de livros com capas bonitas, fiquei encantada com esta. Mas, conforme fui lendo sua resenha, a história não conseguiu atrair meu interesse, mesmo sendo tão legal pra você. Por isso, deixo a dica passar.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi, Jô.
    Adoro um bom romance espírita e vou anotar a dica desse livro!
    Beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  11. Eu sou um daqueles que ama esses enredos que nos levam informações de outros planos espirituais, e reencarnação é algo que sempre desperta minha curiosidade com a leitura. Adorei sua resenha e já anotei aqui, preciso ler com urgência.

    ResponderExcluir
  12. Lá, Jô!

    Eu amei a capa do livro e mesmo não sendo espírita, acho que vale a pena ler o livro a título de conhecimento. Não acredito em reencarnação, mas tenho muito respeito por quem aceita a doutrina. Obrigada pela indicação, ela é super válida! Abraços,
    Drica.

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Eu adoro livros espíritas! Fiquei bem curiosa com esse título porque acredito que leituras desse estilo são maravilhosas de serem feitas, independentes da sua crença ou religião. Adorei a sua resenha!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Não conheço muitos livros de espiritismo, mas alguns me batem curiosidade de ler, esse é um deles.

    Beijos

    Viviana

    ResponderExcluir
  15. Que bonita a sua resenha. Pela forma que você falou do livro me deu até uma vontade de arriscar a leitura.
    Não é nem um pouco meu estilo de leituras - acho que é um dos poucos gêneros que realmente não leio - mas, como disse, a forma que você comenta do livro está tão delicada e interessante que me pareceu ser uma leitura bem agradável, além de vir com um monte de ensinamentos sobre o mundo espiritual.
    Apesar da curiosidade, não sei se eu leria... Mesmo assim, anotei aqui para o caso de precisar dar um presente. Conheço algumas pessoas que iriam adorar o livro :)
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  16. Olá,

    Não conhecia o livro, mas gostei muito da temática, além da premissa parecer ser bem interessante. Com certeza vou realizar a leitura.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir

© Poesia que encanta a vida - 2016 | Todos os direitos reservados. | Tecnologia do Blogger