.3 de fev de 2017

[Resenha] Dois Mundos: Tesouros da Tribo de Dana #1

Título: Dois Mundos: Tesouros da Tribo de Dana #1
Autora: Simone O.Marques
Editora: Butterfly
Ano: 2016
N° de Páginas: 257


Sinopse:
Num futuro distópico, Marina é uma jovem brasileira que carrega a força e os poderes de três grandes deusas celtas. Ela é aquela que cria, acolhe e mata. Protegida por guerreiros, perseguida por mortais e desejada por deuses, precisa encontrar os míticos tesouros da Tribo de Dana se quiser salvar o que restou do mundo...Ano de 2021. A Terra está devastada e poucos são os sobreviventes. No Brasil, grupos se reúnem em pequenas vilas em torno da água potável. O oásis neste caos fica na Chapada dos Veadeiros, na Fazenda Tribo de Dana, onde vive um povo guerreiro que acredita tudo ser parte dos planos da Grande Mãe. Neste paraíso vive Marina. Considerada o avatar de três grandes deusas celtas, precisa lidar com poderes diversos de cura, vida e morte. Ao abrir o véu que separa o mundo de mortais e deuses, a jovem liberta antigas divindades. E dois domínios distintos estão prestes a colidir quando ela descobre que detém nas mãos o destino da humanidade.



“Sentiu uma raiva crescente daqueles que haviam feito aquilo com ela. Pessoas que, diante de situações extremas, como aquelas que viviam, subjugavam os mais fracos, violentavam, e feriam.”

O livro que mescla fantasia, ficção científica e uma pitada de romance e acaba resultando num enredo cativante e imaginativo.

Marina é uma jovem de 18 anos que é dona de uma personalidade explosiva, teimosa e expansiva. Antes das primeiras ondas era uma menina comum que acreditava que seu pai tinha morrido, mas que fora escolhida para ser casulo de três deusas distintas: Brigite, Dana e Morrigan que surgiram em sua vida decretando seu destino no Dia da Aurora, cinco anos antes.



O mundo sofrera destruições no Dia da Aurora que foi repartido em ondas que começaram com a aniquilação de todas as armas de fogo e posteriormente com a devastação de todos os templos religiosos, o que ocasionou a morte de incontáveis pessoas que estavam nesses lugares. Tudo isso aconteceu porque Marina desejou por causa do ódio das deusas que habitam em si.

Desde esse dia a jovem foi condenada ao confinamento na Fazenda Tribo de Dana que fica na Chapada dos Veadeiros e viu sua vida normal de adolescente ser tirada sema possibilidade poder lutar  contra isso e agora é adorada por todos que a rodeiam, causando uma raiva por não ter amigos e ninguém para conversar, porque as pessoas tem medo de tocá-la ou irritá-la e serem castigadas.

“Claro que toda aquela liberdade concedida as mulheres não se aplica à ela, já que era uma “deusa intocável” a quem todos temiam, amavam e aprisionavam...”

Em um dia cansada de rituais, tradições e adorações, ela entra em Sídhique nada mais é a “Casa dos Mortos” e Marina sendo desafiada por Brian e Artur – seus “Sombras” (Guarda-Costas) –para mostrar suas vontades sem medo e acaba caindo em um Reino mágico além do local que vivem e ver-se revivendo as lendas locais contadas para despertar esperança e sabedoria nas crianças de sua tribo.
No meio desde reino, Marina e Brian se apaixonam intensamente e os dois terão que ultrapassar limites sagrados, assim desafiar os deuses para viver esse amor.

Ela, Artur e Brian passam por várias provas e lugares desconhecidos para conseguir os objetos mágicos que a feiticeira do sonho de Marina pediu em troca de não subjugar o lar deles.



Será que Marina conseguirá o que a feiticeira pediu? Será que Marina e Brian conseguirão viver seu amor? Será que a jovem resistirá ao poder das três deusas em seu corpo? Conseguirão retornar para casa?

“Segundo Gwen, representava as três faces da deusa: A Donzela, A Mãe e a Anciã. Brigite, Dana e Morrigan. A pureza, a Vida e a Morte.”

Marina é uma personagem dualista que hora se mostra forte e momentos depois é frágil e emotiva. É teimosa que beira a garota mimada de séries como Gossip Girls e Scream Queens que acaba fazendo coisas por impulso e consequentemente apresentando-se incapacitada para seu papel no destino da Humanidade que está em suas mãos.

Brian é o guarda-costas valente que se espelhou no pai de Marina para ser o que é, já que perdeu seu pai e ver em seu amigo Artur, um irmão de missão e sempre tem bom senso nas situações difíceis, porém quando se apaixona por Marina não consegue mais agir com racionalidade e coloca em risco o equilíbrio do mundo dos deuses e dos humanos.

Artur é forte, divertido, valente e tem medo da figura de Marina e tenta a todo custo livrar Brian da armadilha de se encantar pela jovem. Porém, tem um destino similar ao amigo (Suspense rsrs).



O enredo é bem elaborado e cativo pela simplicidade da narração em terceira pessoa, todavia peca pela ausência de maior desenvolvimento de alguns personagens, como os pais de Marina, Pedro – que é o Oráculo das deusas -, a feiticeira Gwen, mas que espero que sejam mais apreciados no segundo volume da série.

Algo a destacar é a beleza da primeira página de cada capítulo que vem com detalhes que remetem a natureza e ao poder das deusas que usam o corpo da nossa personagem principal.

A capa se encaixa bem com a aparência de Marina e isso me deixa contente. O local em volta da modelo parece com o reino que a jovem se perde com seus Sombras.

Dois Mundos é um misto de magia, fantasia e aventura que encanta com facilidade, por causa de um enredo simples e com uma série de mistérios e intenções ocultas. 



22 comentários:

  1. Gostei muito dessa capa :)
    A Editora Butterfly está arrasando.
    Beijos,
    Juliana.
    Fabulônica
    Fanpage
    Instagram

    ResponderExcluir
  2. Olá ! fiquei encantada por esta capa. E a história é muito interessante. bjs

    ResponderExcluir
  3. Carambaaa, adorei o livro, que capa mais linda, e a história parece muito sensacional, não conhecia mas me deu mtt vontade de ler!

    ResponderExcluir
  4. Oie!
    Eu ainda não li o livro, mas a colunista do blog já leu e gostou bastante da história. Inclusive está aguardando a continuação, pois está curiosa para saber como será.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  5. Oiii!!

    Eu não conhecia esse livro e amei essa capa, mas eu preciso confessar que fantasia não me ganha... Eu até leio, mas sempre é de uma maneira lenta e cansativa. Não gosto.
    Sua resenha está ótima, gostei da forma que descreveu tudo.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá linda,

      Fantasia realmente não é um gênero simples de leitura, mas esse livro tem menos elementos fantásticos, então o enredo é fluído...uma ótima indicação para você.

      Beijocas!

      Excluir
  6. Olá, Joanice. Tudo bem??

    Linda a capa. O enredo parece ser bem interessante. Vou anotar a dica e tentar ler em um futuro próximo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Essa capa, é sem questão, uma das mais queridinhas por mim na vida, sabe. E saber que a obra consegue alcançar a beleza da capa me deixa muito empolgada. Quero esse livro na minha estante. Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Não é uma leitura que me atraía, porque fantasia sempre me é um gênero que me confunde, mas essa capa está um arraso, gostei demais dela!!!

    ResponderExcluir
  9. Olá, acho a capa desse livro muito bonita. Pela sua resenha, me pareceu realmente uma trama criativa e cheia de fantasia, me lembrou um pouco A maldição do tigre (que eu gostei) nessa parte de precisar cumprir provas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,

      Eu ainda não criei vergonha na cara para começar a ler A Maldição do Tigre haha, mas esse livro é muito bom e o enredo garante aventuras esplêndidas.

      Beijinhos!

      Excluir
  10. Gostei da capa e da qualidade da edição pelos detalhes que você mostrou. A trama parece ser bem detalhada e uma boa abertura para uma série. Vou pesquisar mais sobre isso. Abraços!

    ResponderExcluir
  11. Oiii Joanice, tudo bem?
    Esse é um dos livros que mais tenho interesse em ler da editora, é uma obra que parece nos fascinar e a leitura parece ser envolvente, gostei muito da capa e do enredo trabalhado.
    Beijinhos da Morgs!

    ResponderExcluir
  12. Oi Jo!
    Adorei o enredo do livro. Adoro livros que envolvam magia e mistério e acho que encontrarei isso em Dois Mundos. A personalidade de Marina não me animou muito, mas faria a leitura por gostar da mitologia envolta nesse universo.
    Bj

    ResponderExcluir
  13. Oii Jo, tudo bom? Amei saber sua opinião sobre o livro, a resenha ficou linda! Eu já li também e achei um livro bem envolvente, mas achei que a autora quis abordar muita coisa em um espaço curto de páginas, sem desenvolver quase nada com profundidade. Mas quero ler o segundo e espero que ela melhore nesse quesito :D
    Beijos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi lindona, Saudades <3

      Também senti isso. O livro poderia ser mais extenso e assim abordaria mais profundamente alguns elementos e personagens que nos foram apresentados, porém acho que ela fará isso no segundo.
      Vamos torcer por isso.

      Beijos!

      Excluir
  14. Olá, como vai?
    Uma pena não te rum aprofundamento maior de alguns personagens, pois o enredo me parece que foi muito bem construído, com personagens fortes e que cativam o leitor. Não conhecia o livro, mas pelas suas impressões seria um que leria.

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo ben? Desde que eu vi essa capa em uma outra resenha, fiquei bastante interessada. Acho que essa mescla pode trazer mistura boa, e como você disse que é boa, irei confiar. Dica anotada. PS: bom saber que tem detalhes <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Olá,
    Já faz algum tempo que tenho interesse em ler a obra mas ainda não tive oportunidade.
    A premissa é bem interessante e a autora conseguiu mesclar os gêneros que mais gostou em apenas uma obra! Sou doida por fantasia!
    O que mais me chama a atenção é essa capa maravilhosa, pois costumo escolher minhas leituras pelas capas e também a personalidade de Marina que é explosiva!

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
  17. Oiee Joanice ^^
    Como eu não gosto muito de fantasia e de ficção científica, já torci o nariz...hehe' A capa do livro é mesmo linda, e a diagramação também parece impecável, mas eu não fiquei muito curiosa para lê-lo, mesmo tendo em vista que você gostou bastante da história. Fico feliz por ter gostado :) mas não sei se o leria.
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  18. Olá.
    Eu estou louca para ler uma distopia, e amo a escrita da Simone O.Marques quero muito ler mais um livro dela e esse vai para minha lista com toda certeza.
    Amei a premissa, achei muito interessante e tenho certeza que vou curtir. E a capa do livro esta linda.

    ResponderExcluir
  19. Olá,
    Eu não conhecia o livro e assumo que fiquei bastante curiosa. Parece ser um livro de fantasia bem diferente do que eu costumo ler e imagino que tem um romance. Estou errada? Vou adiciona-lo aos livros que eu quero ler kkk'
    Beijos,
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir

© Poesia que encanta a vida - 2016 | Todos os direitos reservados. | Tecnologia do Blogger