.23 de mai de 2017

Lançamento de Cantigas de ninar dragões - Rogério Bernardes


Olá amores, hoje vim falar de um lançamento maravilhoso do autor Rogério Bernardes que se chama Cantigas de ninar dragões que é "é um conjunto de 80 poemas que versam sobre os mais variados temas, indo da infância e da nostalgia até os grandes dilemas da vida adulta: amor, abandono, injustiça social, autoconhecimento, preconceito, além de textos que versam sobre o próprio fazer poético, utilizando muitas vezes a metalinguagem como principal instrumento na construção dos versos."






Cantigas de ninar dragões é um conjunto de 80 poemas que versam sobre os mais variados temas, indo da infância e da nostalgia até os grandes dilemas da vida adulta: amor, abandono, injustiça social, autoconhecimento, preconceito, além de textos que versam sobre o próprio fazer poético, utilizando muitas vezes a metalinguagem como principal instrumento na construção dos versos. O que melhor define o livro, talvez, seja a linguagem mais simples utilizada. Muitos poemas flertam com a narrativa, podendo ser vistos como pequenas crônicas feitas em versos. Outros são bem curtos, em poucos versos.





Sobre minhas influências, um dos meus ídolos na poesia é justamente Cora Coralina, a poeta goiana e doceira que escrevia sobre a vida sem maneirismos, numa linguagem clara e gostosa como os próprios doces que fazia. Também posso citar outros grandes poetas que admiro: Mario Quintana, Carlos Drummond de Andrade, Manoel de Barros e, citando um poeta estrangeiro, Pablo Neruda. 

O título do livro deriva do penúltimo poema, que trata da luta simbólica de qualquer pessoa contra seus “dragões”, que podem ser interpretados de acordo com a realidade de cada leitor. Na verdade, esta é a magia da poesia, mais até que qualquer outro gênero literário, na minha opinião: dar às palavras um valor tão forte e simbólico que cada pessoa pode interpretar de uma forma própria, trazendo muito de si mesmo para a leitura do poema. 

Uma curiosidade do título é que algumas pessoas confundem a temática do livro ora como sendo infantil (por causa do termo “cantigas de ninar”) ora como sendo uma narrativa de fantasia medieval (por causa do nome “dragões”). Embora eu admire os dois gêneros, “Cantigas de ninar dragões” não é, em princípio, para crianças (alguns poemas tratam de temática bem adulta) ou para quem busca uma narrativa no estilo “Game of Thrones”.


O lançamento será no dia 02/06, no Restaurante Carpe Diem, na 104 Sul, em Brasília, a partir das 19:00h.


Ansiosa para ter um exemplar desse em minhas mãos.
Beijos!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Poesia que encanta a vida - 2016 | Todos os direitos reservados. | Tecnologia do Blogger