.4 de set de 2017

Primeiras Impressões || Os Escolhidos: Fumaça Vermelha #1 – Mitchelly Melo

Título: Os Escolhidos: Fumaça Vermelha #1
Autora: Mitchelly Melo
Editora: Constelação Editorial
Ano: 2017
N° de Páginas: --


Sinopse:
Uma descoberta pode mudar tudo. Liz, vivia uma vida normal na cidadezinha de Heaven Valley. Aos 18 anos, seu tempo era dividido entre o trabalho de garçonete e a escola. Tudo isso mudou completamente ao conhecer John, um jovem misterioso, e descobrir que tudo o que sabia sobre si mesma e sua família não era verdade. Ao entrar nessa nova realidade de seres com poderes e criaturas mágicas, Liz terá que lutar por si mesma e pelo seu povo, mas ela será corajosa o suficiente para enfrentar os desafios que virão?


“— A vida é assim, minha querida — vovó continuou, fungando e enxugando o rosto. — Quando se está feliz, ela dá um jeito de te derrubar novamente.”

Os Escolhidos é uma obra que mistura fantasia e drama numa dosagem sofisticada e atraente, despertando no leitor a vontade de ser um escolhido.

Elizabeth é uma jovem que completou recentemente seus dezoito anos e está feliz de ter terminado seus estudos no ensino médio, porém ainda não quer cursar uma faculdade, por causa de sua indecisão de qual caminho tomar em sua vida.

Ela fora criada por sua avó paterna, porque seus pais morreram num acidente misterioso – que a avó nunca explicou – e além de estudar, trabalha numa lanchonete chamada de Joe’s juntamente com a Holly. Liz é antissocial e só saia com sua melhor amiga Emma, mas como os pais da garota mudaram de cidade por causa do emprego do pai, a jovem se viu sozinha sem a amiga.

Seu último dia na escola fora legal e sua ausência na formatura não seria sentida. Não que sua avó aprovasse essa sequência de abandonos de formaturas, porém respeitava as decisões da neta. Liz vai para o trabalho como todos os dias, todavia hoje seria um dia diferente.

Após o interrogatório habitual de Holly e Joe sobre a escolha de Liz não ir para a universidade nesse momento, a garota observa um rapaz de cabelos quase loiros e olhos penetrantes encarando-a com firmeza. Ela sente-se perdida, mas gosta da sensação que o estranho desperta nela.

Como todos os dias, ela vai embora do trabalho e segue para sua casa que fica há poucos quilômetros de distância e é esse trajeto que é abordada pelo estranho da lanchonete e sua descoberta vai além do imaginado por sua mente. Seu passado e presente são revelados.

Quem será o estranho? O que ele teria para revelar para Liz? Seria ele uma ameaça contra a vida da jovem? E por que ele parecia despertar familiaridade e carinho em Elizabeth?

Esses capítulos que li foram bem intensos, porque se inicia com a narração de Liz falando de seu cotidiano e rotina sem graça até conhecer John – o desconhecido – e ver sua vida mudada 360° sem aviso prévio. Isso me deixou bem satisfeita, porque odeio quando os capítulos iniciais me deixam com sono em qualquer livro.

“De ter um propósito. E não é isso uma das coisas que todos queremos? Fazer algo importante; ser lembrado?”

Liz é uma jovem bem tranquila, inteligente, amável e um pouco antissocial. Ela parece viver em um mundo próprio e não achar motivos para se enturmar com as outras pessoas. Somente quando seu caminho cruza com o de John, é que vemos um sentimento de pertencimento e propósito surgir em seu coração e alegrar sua vida.

John é um jovem forte, bonito, dono de um sorriso arrebatador e bem misterioso.  Ele guarda segredos que tenho certeza que virão à tona no decorrer dos próximos capítulos – falo na resenha – e parece ter se encantado além do permitido pela Liz.

A avó de Elizabeth – Liz – é bem amorosa, protetora, sábia e uma sobrevivente depois de tudo que passara na vida. Todas suas perdas se transformaram no amor e dedicação que tem pela neta e isso toca bastante no início dessa aventura.

“[...]é que ela é uma das pessoas mais fechadas que conheço, então perguntar o que estava errado não era nem uma opção [...]”

Gostei da linearidade do enredo e prevejo boas reviravoltas e mais sustos que a Liz irá passar nesse primeiro livro, porque no final desses poucos capítulos, ela já se viu diante um grande desafio emocional.

Os Escolhidos promete uma viagem por reinos mágicos com personagens fortes e sobreviventes.

“As pessoas não costumam ver a solidão das outras. Elas só veem o que queremos que vejam; a fachada.” 




Mitchelly Melo nasceu em 1994, é confeiteira e divide seu tempo escrevendo, assistindo séries e se aventurando no photoshop.Ao contrário de muitos autores, nem sempre foi uma leitora ávida, mas desde o momento que leu seu primeiro livro, soube que aquela era a sua paixão e começou a se arriscar na escrita.Os Escolhidos é seu livro de estreia, mas já tem inúmeras ideias de projetos para o futuro.
Adquira o livro || AQUI ||

Um comentário:

  1. aêeeee!!
    Muito obrigada pelo post, Jo!
    Adorei como você fez um bom resumo dos capítulos que leu. :D ♥
    Espero que goste do restante do livro quando ler.

    ResponderExcluir

© Poesia que encanta a vida - 2016 | Todos os direitos reservados. | Tecnologia do Blogger