.18 de jan de 2018

[Resenha 02] Em Poesia - Iara Braga

Título: Em Poesia
Autora: Iara Braga
Editora: Bambual
Ano: 2017
N° de Páginas: 96
|| Livro cedido em parceria com a Oasys Cultural||


Sinopse:
Um chamamento às mulheres, para que se façam livres e felizes, apesar das dores do amor perdido ou não correspondido, da indiferença dos filhos adolescentes, dos percalços no caminho. Assim são os poemas de Lara Braga em seu livro de estreia, Em poesia.
(…)Por isso chegaDecidi, tá decididoAquela que me gritaQue sufoca e me iluminaVai sairVou abrir e emergir(…)Aquela, pág.40
Também reflexões sobre a vida em sociedade, o Amor, a nossa cidade (o Rio de Janeiro), o planeta Terra. Leveza e bom humor em poemas muito delicados e femininos, que aquecem o coração.
(…)Sonhei com a terra sãColorida, livre
A humanidade irmã(…)A nova era, pág. 90



Em Poesia é uma coletânea de poemas contemporâneos que desbravam o baú do tesouro de pensamentos, sentimentos e lembranças da autora Iara Braga.


O poema Pluma fala sobre transformações individuais, na qual captamos uma auto referência ao próprio amadurecimento e conhecimento de si próprio da autora. 

"Levou parte das minhas entranhas || No leite que mamou." p.12

No poema Amo Você  temos uma declaração de uma mãe - escritora - que fala de seu amor incondicional ao seu filho que parece distante e indiferente aos seus carinhos maternos.

"Eu te amo tanto || Mas você não crê || Acha que eu || Persigo você." p. 15

Em Par de Veneno conhecemos as injúrias e lições de uma pessoa de coração partido ou frustrada com suas últimas experiências amorosas, o eu lírico discorre sobre as dores e vis sofrimentos que teve nesse tempo odioso.

"E o coração, perdido || Fez-se caldo desandado || Feito cristal partido || Feito chuva de domingo" p.23

O Grande Amor é inverso aos dessabores do poema anterior, fala-nos dos sintomas quando somos capturados pelos laços poderosos do amor. Somos tomados pela impulsividade de viver o pleno sentimento e declamar juras de amor.


" E o grande amor vai indo || Te deixa sem alinho || Completamente perdido" p.27

Protocolo problematiza as condutas sociais e morais que são impostas desde a tenra infância, onde nossa expressividade afetiva e espontaneidade são moderadas para agrado social.

"Até para amar, tem o protocolo || Pra trabalhar, ele está lá || E se quero passear, tenho que o carregar" p.49

O poema Divisa traz o problema do individualismo, na qual nos importamos apenas com nossos dilemas e objetivos e tornamos indiferentes aos outros, assim prezando pelo status e não pela sobrevivência de nossa espécie, já que não somos realmente donos de nada na Terra.

"Se a espécie é uma só || Porque é que há divisa || Na Terra de um homem só || Não há fronteira || Não tem baliza" p.52

A antologia poética da autora me lembrou os versos simples e diretos do meu amado Vinícius de Moraes com uma pintada de Concretismo da Era Moderna que percebi pela estética dos poemas ao decorrer do livro.


Prezo não pela métrica "perfeita" dos simbolistas, mas pela originalidade dos poetas e poetisas contemporâneos que compõem com paixão e autenticidade em um gênero mal compreendido e visto como culto demais.

A parte gráfica do livro é uma obra-prima, pois as folhas rosas combinadas com os títulos com simetrias diferentes, deu ao livro o "ar" de singular e peculiar.

Em Poesia é parte do projeto Mulheres em Cena que apresenta mulheres talentosas e desenvoltas, seja na prosa ou poesia. 


6 comentários:

  1. Oi Joanice
    Também tive o prazer de ler este livro e achei belíssimo!
    Amei os poemas e a diagramação é uma das mais lindas que já vi!
    O projeto das duas irmãs é muito bacana, não é mesmo?
    Seu post ficou ótimo e adorei as fotos.
    Bjks mil

    ResponderExcluir
  2. Oi, Joanice.
    Achei o trabalho gráfico do livro lindo e, pelos resumos que você fez de cada poema, parece ser um livro incrível! Não sou fã do estilo, mas vou anotar a dica porque parece ser um presente incrível!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Eu não sou muito fã de livros desse gênero e por isso nunca pesquiso obras com relação ao gênero. Achei essa capa muito linda, mas infelizmente irei pular sua dica hoje. Gostei muito da sua resenha e a forma que você nos abordou a obra. Até mais ver
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi.
    Admito que não leio muitas poesias, mas gostei muito dos temas abordados pela autora. Realmente é um gênero que preciso conhecer melhor e gostei bastante dessa obra.
    Parabéns pela resenha muito bem escrita.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Que incrível esse livro! É muito bonito! Com certeza, fiquei bem curiosa para ler também. Sua resenha ficou ótima e as fotos. Anotada a indicação, bjo

    ResponderExcluir
  6. Hey!
    De início deixa eu babar nessas foto. Que coisa linda?
    E eu não conhecia esse livro, achei a edição muito bonita e pelo o que você resumiu é um livro emocionante.
    Dica anotada.
    Beijos
    www.manuscritoliterario.com.br

    ResponderExcluir

© Poesia que encanta a vida - 2016 | Todos os direitos reservados. | Tecnologia do Blogger